Prefeitura busca acordo para retomar mais três obras paralisadas na Pecúlio

Indicação de Osmar Serraglio na Itaipu gera desconforto em Foz
24 de maio de 2019
Corvo
24 de maio de 2019

Prefeitura busca acordo para retomar mais três obras paralisadas na Pecúlio

A Prefeitura e o Ministério Público Federal estão nos acertos finais para a retomada das obras em três importantes vias na área urbana de Foz do Iguaçu, paralisadas pela Operação Pecúlio da Polícia Federal. De acordo com as tratativas, na próxima semana deverá ser assinado um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) envolvendo as avenidas Pedro Basso, Ranieri Mazili e José Maria de Brito. Superado este impasse, ainda faltam reiniciar os trabalhos em mais quatro vias.

A expectativa da Prefeitura é que, assim que forem assinados os TACs com o MP e as empreiteiras, em “mais uns 15 a 20 dias” as obras sejam retomadas, informou o secretário de Obras, Cezar Furlam. Os trabalhos nas vias foram paralisados após vir a tona a Operação Pecúlio, em 19 de abril de 2016. Pelo menos 180 réus fizeram parte da investigação, que teve oito fases e resultou, até agora, em 41 condenações.

Além das obras que estão próximas de serem retomadas, a Prefeitura espera concluir as tratativas com o MPF e a construtora, para dar sequência aos trabalhos na Avenida Olímpio Rafagnin, que estão paralisados desde janeiro deste ano. A estimativa é que um terço dos trabalhos foram concluídos até o momento.

Uma audiência durante a semana não avançou as tratativas em função dos valores solicitados pela para reequilíbrio financeiro. O Gazeta Diário apurou que uma nova rodada de negociações deverá ser realizada no próximo dia 3 de junho.

Ronildo Pimentel

Foto: Robson Meireles

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA