No Bico do Corvo
Vermelho Ministro

Corvo, não brinca com essas coisas não. Vai que o Bolsonaro convida mesmo o deputado para assumir a Casa Civil? Daí estamos ferrados de vez, porque quem vai assumir os projetos do Vermelho? É muito mais importante ele ficar legislando, porque está conseguindo muitas vitórias em prol da cidade. 
Laudelino R. B. Sá

O Corvo responde: prezado, o ministro Onyx Lorenzoni vai continuar no cargo, mesmo com o "emparedamento" da pessoas da sua equipe. Quem fez peraltice foi parar no olho da rua e aqui entre nós, a população fica satisfeita com medidas assim, contra quem não honra o cargo. As especulações sobre o Vermelho iniciaram depois que vazou a informação sobre um convite do presidente Bolsonaro, para um cafezinho no Palácio do Planalto. Mas o presidente tem muito o que conversar com os deputados todos os dias. Isso está no âmbito da normalidade.   

Pautas trancadas
Corvo, nem começou o exercício parlamentar de 2020 e as pautas já estão trancadas? Que situação essa hein? 27 medidas provisórias? Dez trancaram as votações? Pelo que vemos não será um ano dos mais tranquilos em Brasília? Ai que vontade de trabalhar seu Corvo!
João Roberto D, Cortezinni

O Corvo responde: pauta trancada cria uma sensação esquisita no Congresso. Proporcionalmente é como uma pessoa que quer ir ao banheiro, mas não consegue, porque está "trancado". Quem já não passou por isso? O problema é quando destranca, literalmente.

Fábrica de água
Quem diria, o nosso ilustre presidente deu um jeito de colocar em prática uma das invenções maravilhosas israelenses, o ato de fabricar água à partir do ar. Com isto, ele pretende pelo menos aliviar a seca nordestina. Haja oxigênio puro para fabricar tanta água. Sabe aquele pinga-pinga que resulta dos aparelhos de ar-condicionado? O princípio é semelhante. Para fabricar dois litros de água, vão gastar muita luz e mesmo assim, o líquido passará por um processo de purificação. Enfim, os israelenses vivem pesquisando formas de produção de água potável, seja por dessalinização ou tratamento de esgotos.

Canais de irrigação
Muitas pessoas acreditam que desviar braços d'água é a solução no atendimento das áreas agrestes. Ledo engano, isso seca os rios e acaba criando um problema muito maior. Até a dessalinização é preocupante, porque a água retirada dos oceanos precisa de alguma forma ser reposta se o assunto é o equilíbrio no planeta. É amigos, o "bicho homem" continua fazendo das suas. 

Teste a sua água


O corvo assistiu um filme publicitário sobre uma das engenhocas israelenses de sucesso no momento. Trata-se de um aparelho que testa a qualidade da água, capaz de detectar qualquer substância agregada a ela. O nome é TestDrop, fabricado pela Lishtot. Por meio de um objeto muito parecido com um controle de alarme de automóvel, é possível verificar a pureza da água que se vai beber. Os brasileiros já se adiantaram, pedindo uma adaptação para aferir a qualidade da cerveja!


Paz e rompimento
E quem diria, os palestinos romperam relações diplomáticas com Israel e Estados Unidos, em razão da tentativa de um acordo de paz? Qual perversidade será, detectaram na conversação? Deve ser, no mínimo, algo muito grave, até porque os palestinos são muito sensíveis e tolerantes. O Corvo não abraça a causa palestina e menos ainda a israelense, a torcida aqui é pela paz, agora, palestinos não atacam Israel de graça. Toda ação, tem a sua reação. 

Londres e os punhais
Corvo, porque as pessoas são esfaqueadas em Londres e os terroristas não agem como em outros locais, com armas e bombas. Deve haver uma razão para isso não acha? 
Marcio L. H. Bastos

O Corvo responde: este colunista é colocado em cada saia justa às vezes hein? Taí uma pergunta para a prova de vestibular. Decerto porque os britânicos são muito eficientes no controle de armas. Logo, as facas, estiletes e objetos cortantes é que são utilizados nos atentados. 

Desgraça é pouca?
Então, além do novo coronavirus, a China enfrenta agora a gripe aviária! O resultado pode converter num desastre econômico se aproximando, e, isso se reflete nas bolsas de valores de lá, após a entrada do novo ano. Tudo em baixa. Se a crise com os Estados Unidos travou o mundo, dá para ter uma ideia do que há pelo caminho. Que barbaridade!  

Visto suspenso
Quem regressar de viagem à China não terá visto para entrar no Paraguai. Aliás, cidadãos com feições asiáticas estão enfrentando um perrengue ao cruzar a ponte. O controle endureceu. O Paraguai tem dessas coisas. Quando houve o atendado contra as Torres Gêmeas, os árabes é que foram barrados, ou tratados com desconfiança.  

245 mil
O Turismo em Foz segue em alta! O PNI recebeu quase ¼ de milhão de visitantes em apenas um mês. Há épocas que o número oscila um pouco, mesmo assim ele é extraordinário. Tudo é favorável à quebra de mais um recorde. 

123 países
O mundo possui atualmente 193 países. Analisando a origem dos visitantes, é possível afirmar que o mundo quer conhecer nossos atrativos! Bora trabalhar seo Piolla & Cia. 

Itaipu proporcional 
O Corvo apurou que as campanhas institucionais de Itaipu, voltadas para o turismo foram um reforço eficiente no período de férias. Com menos dois atrativos, a média com o período anterior foi mantida.  

Astronauta
Mesmo na investidura de ministro, o tenente-coronel Marcos Pontes continua uma figura muito querida entre o público juvenil. Uma legião queria saber detalhes de sua agenda em Foz. Muita gente ligou para o jornal no interesse de encontrar o chefe do super ministério, o que congraça ciência, tecnologia, inovações e comunicações. É bastante coisa. 

Para outro lado
Um leitor escreveu ontem: "Corvo, tomara o ministro Pontes não leve recursos de Itaipu para localidades distantes né?". Isso é difícil, porque as regras da Binacional são muito rígidas no tocante ao desenvolvimento regional. Além do mais o general Joaquim Silva e Luna está de olho no setor de tecnologia e educação em nossa região. Mas tudo é possível no campo dos intercâmbios e convênios. O que realizam em Itaipu, possui tecnologia de sobra para servir de exemplo em outras regiões. 

Base de foguetes
Não é verdade que existe um projeto de lançar foguetes em algum lugar próximo ao Lago de Itaipu. Isso continuará acontecendo em Alcântara. Os boatos surgiram faz tempo. Gilmar Piolla desistiu de ser astronauta, pelo menos por enquanto, no período que está emprestado para a prefeitura. 

Testemunha inconteste
É normal que celebridades como o ministro Marcos Pontes recebam certo assédio em suas visitas. Tomara não seja abordado por alguém em dúvida, querendo saber se o planeta é de fato redondo. A influência dos "terraplanistas" anda passando dos limites.   

Mar de tranquilidade
O deputado Hussein Bakri acredita que haverá "águas calmas" no segundo ano de governo e legislatura Estadual do Paraná. Em verdade, Ratinho foi muito bem nas tratativas com a Assembleia e isso, graças ao desempenho do deputado. Aqui entre nós, Bakri foi mais eficiente que muitos secretários e trabalhou mais para o governo do que para a ALEP. Em toda a história, numa houve um período umbilical tão visível.

TCE PR
Boa a iniciativa do Tribunal de Contas do Estado do Paraná. Frequentar o Fórum de Controle Social é uma maneira do cidadão se empoderar e saber que é importantíssimo acompanhar os gastos públicos. O evento vai acontecer na UDC na semana que vem e possui o apoio do Observatório Social. 

UDC Notícias
Show de bola a edição do UDC notícias deste início de fevereiro. Por meio do suplemento é possível conhecer o potencial da instituição. De fato, uma peça informativa muito bem preparada. 

63 aninhos
Ciudad del Este foi fundada pelo general Alfredo Stroessner. Aliás ele tentou se promover generalíssimo, o Papa Paulo VI que não aceitou e a patente foi mantida. Voltando ao assunto, o nome do povoado era Puerto Stroessner, em homenagem ao ditador com fama de vampirão. Esses dias o Corvo escreveu que ele gostava de sangue de crianças e a morcegada paraguaia entrou em alvoroço, leia-se simpatizantes do vampiro. Ainda há quem venere o período ditatorial.    

Aniversário do golpe


O Corvo teve a oportunidade de entrevistar o general Andrés Rodrigues, dois meses depois da tomada do governo. Foi num almoço na "sienda" de Carlitos Barreto. O general tirou o paletó, arregaçou as mangas, e pediu para os fotógrafos registrarem o gesto, que aliás, ficou característico em seu período governamental. Na ocasião ele revelou que caso Stroessner resolvesse voltar ao Paraguai para passar os últimos dias de vida, não seria importunado. Ao que parece Dom Alfredo não acreditou nisso. No exílio brasileiro, jamais voltou ao Paraguai.