Idgar Dias Júnior
História

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, sexta-feira, dia 03 de abril de 2020, é celebrado o ‘Dia da Verdade’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia do Desporto Comunitário’;
- A data também é de celebração do ‘Dia do Atuário’.
Serviço: o atuário é um profissional ‘especialista em matemática estatística, que age no mercado econômico-financeiro na promoção de pesquisas e estabelecimento de planos e políticas de investimentos e amortização, e no seguro social e privado, no cálculo de probabilidades de eventos, na avaliação de riscos, fixação de prêmios, indenizações, etc.’


Nesta data, em 1948, o presidente americano Harry Truman assinou o Programa de Recuperação Europeia (Plano Marshall) de ajuda econômica e reconstrução de dezesseis países após a Segunda Guerra Mundial.

O Plano Marshall
O Plano Marshall (conhecido oficialmente como Programa de Recuperação Europeia), um aprofundamento da Doutrina Truman, foi o principal plano dos Estados Unidos para a reconstrução dos países aliados da Europa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. A iniciativa recebeu o nome do Secretário de Estado dos Estados Unidos, George Marshall. Os americanos deram ajuda econômica no valor de cerca de 14 bilhões de dólares na época (equivalente a cerca de 100 bilhões de dólares em 2018 ajustado pela inflação), que foram entregues para ajudar na recuperação dos países europeus que se juntaram à Organização Europeia para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico [OCDE].
Serviço: A expressão Doutrina Truman designa um conjunto de práticas do governo dos Estados Unidos em escala mundial, à época da chamada Guerra Fria, que buscava conter o avanço do comunismo junto aos chamados "elos frágeis" do sistema capitalista.

Pensando bem
A China deveria instituir uma espécie de Plano Marshall (que poderia se chamar Plano Xing-Ling) para de certo modo compensar o resto do mundo pelos problemas causados pela Covid-19, ou coronavírus, que -como se sabe- teve como epicentro inicial a província de Wuhan.
Estados Unidos, Europa, Singapura, Hong Kong, Japão & Cia. deveriam pressionar o governo chinês por uma medida que compensasse o estrago causado à economia mundo afora por um problema que só existiu em razão dos problemas que a China absolutamente não conseguiu controlar inicialmente e que depois também tentou esconder do mundo. Essa verdade ainda há de aflorar.

Tem mais
Há quem diga que os números de infectados e mortos na China são falsos. Vamos combinar que pode, sim, ter havido algo errado que as estatísticas ora apontam: os chineses falam em 82 mil infectados, enquanto nos EUA o número já é de mais de 175 mil! Detalhe: a China tem 1,4 bilhão de habitantes e os Estados Unidos coisa de 330 milhões.
Mas não é só isto: na Itália os mortos já passam de 12.500 pessoas; na Espanha são mais de 8.200; na França a conta já passou de 3.500 e nos Estados Unidos, 3.400. A China informou que seus mortos são pouco mais de 3.300. Acredita quem quer...

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808