Olheiros, atenção: conheçam o jovem aprendiz da Binacional que é bom de bola

Eleição define o a nova diretoria do Conselho Municipal de Saúde 
31 de maio de 2019
Monitoramento das ruas de Foz começa dia 10 de junho, anuncia Chico Brasileiro
31 de maio de 2019

Olheiros, atenção: conheçam o jovem aprendiz da Binacional que é bom de bola

Dentro e fora das quadras, ele é “o cara”. Marcos Alexandre Brito Marques, de 17 anos, integrante do Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho (PIIT) e lotado na Comunicação Social de Itaipu (CS.GB), bate um bolão. Na carreira precoce de jogador de futsal, já conquistou quase 50 medalhas, entre elas como destaque do time. Foi o mais jovem jogador a disputar uma liga internacional pelo Sub-20 do Foz Cataratas Futsal, onde atua na posição “fixo”. Ele joga na mesma posição pela equipe Pôr do Sol. Sua inspiração no esporte vem dos craques Falcão e Rodrigo. E, na vida pessoal, dos familiares e da namorada Nathália, que o apoiam e o incentivam a se profissionalizar.

O sonho de jogador começou por acaso, quando o pai, Robinson Crusoé, o colocou numa escolinha de futsal para ajudá-lo no tratamento respiratório. Ele só tinha 5 anos de idade e a dica do médico foi o pontapé inicial da jornada rumo ao sucesso. Aos 13 anos, ele não precisou mais de remédio. O futsal não só o curou, como também mudou os planos de sua vida. Embora queira se formar em Engenharia Elétrica – ele está no terceirão – Marcos quer mesmo é viver da profissão de boleiro. E tem se esforçado para isso.

DM/Assessoria/Foto: Nilton Bobato

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA