Termina domingo (16) prazo da conclusão de estudo para eclusas na usina da Itaipu


- Por: Redação 1

Termina domingo (16) prazo da conclusão de estudo para eclusas na usina da Itaipu
Estudo para eclusas na Itaipu deve ser apresentado em junho próximo, segundo portaria do Ministério de Minas e Energia

Termina no próximo domingo (16) o prazo para o grupo de trabalho criado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para estudar a instalação de eclusas na barragem da Itaipu. A data está prevista na Portaria Nº 414, editada no dia 16 de novembro do ano passado. O Paraguai elaborou, em 2020, levantamento dos gastos para a estrutura, cujo montante projetado chegou a US$ 1,2 bilhão.
A instalação da estrutura na usina é um antigo sonho dos paraguaios, que permitiria o escoamento de sua produção de grãos ao mercado internacional. O transporte fluvial hoje no país, utilizando o rio Paraná, só é possível a jusante da binacional, graças a eclusas na barragem de Yaciretá, em parceria com a Argentina.
As eclusas são obras de engenharia hidráulica que permite que embarcações subam ou desçam rios ou mares em locais onde há desníveis. O grupo de trabalho, criado pelo ministro almirante Bento Albuquerque (MME), promoveu a “avaliação e acompanhamento dos Estudos de Viabilidade referentes ao item 11, do Capítulo III, do Anexo B, do Tratado de Itaipu”.
O Tratado de Itaipu, assinado por Brasil e Paraguai, vigora desde 13 de agosto de 1973. O Anexo B se ocupa da “Descrição geral das instalações destinadas à produção de energia elétrica e das obras auxiliares”. No texto conta: “Obras para navegação – O Projeto incluirá as obras que forem necessárias para atender aos requisitos do tráfego de navegação fluvial, tais como: terminais e conexões terrestres, eclusas, canais, elevadores, e seus similares”.

Apresentação em junho
O Relatório Final das Atividades, cuja portaria estabeleceu prazo de 180 (seis meses) para ser concluído, será apresentado no mês de junho à Secretaria-Executiva, órgão ao qual o grupo de trabalho está subordinado. Esta, então, remeterá ao ministro de MME, almirante Bento Albuquerque, que assina a designação. 

Integram o grupo, de acordo com a portaria, representantes da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) – estatal federal, Secretaria de Energia Elétrica, Assessoria Especial de Assuntos Econômicos, Consultoria Jurídica e Assessoria Especial de Relações Internacionais.


Ronildo Pimentel
Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas