Suspeito de integrar quadrilha de traficantes morre durante operação da Denarc em Foz


- Por: Redação 1

Suspeito de integrar quadrilha de traficantes morre durante operação da Denarc em Foz
Suspeito foi morto no Jardim Jupira depois de resistir ao cumprimento de um mandado de prisão

Um homem, suspeito de integrar uma quadrilha de traficantes, morreu durante uma operação da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), deflagrada pela equipe de Londrina, na manhã de quinta-feira (7). A ação contou com o apoio da 6ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu e da delegacia de São Miguel do Iguaçu. 
O objetivo do trabalho foi desmantelar uma associação criminosa que atuava no envio de drogas para o estado de São Paulo. Doze mandados judiciais foram cumpridos em Foz e São Miguel, sendo dois de prisão, oito de busca e apreensão e dois de sequestro de veículos. 
Em Foz os alvos foram localizados nos bairros Morumbi e Jardim Jupira. Neste último, um suspeito reagiu à ordem de prisão e tentou esfaquear um policial. Os agentes revidaram e o homem, identificado como João Carlos dos Santos Preto, de 33 anos, acabou sendo alvejado e morreu no local. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico-Legal. 
Na ação foram retidos celulares e um automóvel, que passarão por perícia. Alguns suspeitos foram conduzidos para serem interrogados. Conforme a polícia, a operação foi desencadeada após uma investigação iniciada a partir de uma apreensão de drogas, realizada pela Polícia Militar, em fevereiro deste ano. 
O flagrante de tráfico foi registrado no município de Sertanópolis (PR) e resultou na prisão de um homem. Com o suspeito foi recolhido um veículo Nissan Livina carregado com mais de meia tonelada de entorpecentes. 
No decorrer do processo, a Polícia Civil identificou que outras pessoas estariam envolvidas no transporte da droga, que seria levada para São Paulo. Pouco tempo depois um casal, que atuava como batedor da carga ilícita foi preso e o carro usado por eles foi recolhido.  
Dentre os crimes que os investigados responderão estão o tráfico de drogas e associação criminosa. Outros desdobramentos podem ocorrer no decorrer da apuração das provas recolhidas na operação desta quinta.

Da Redação / Foto: Oops Notícias

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas