Sociedade iguaçuense se despede do bispo emérito Dom Laurindo Guizzardi


- Por: Redação 1

Sociedade iguaçuense se despede do bispo emérito Dom Laurindo Guizzardi
Dom Laurindo esteve à frente da diocese de Foz entre 2002 e 2010, quando renunciou por limite de idade 

Moradores e autoridades de Foz do Iguaçu se despediram nessa segunda-feira (22) do bispo emérito Dom Laurindo Guizzardi. O sacerdote morreu aos 86 anos vítima de uma neoplasia maligna (câncer neuroendócrino), contra a qual lutava a cerca de dois meses. A enfermidade se agravou nos últimos dias, provocando disfunção renal, o que exigia hemodiálise três vezes na semana e acabou evoluindo negativamente. 
O diagnóstico da doença foi revelado em dezembro de 2020. Desde então o bispo foi internado por diversas vezes. Nas últimas semanas ele seguia o tratamento em casa, mas o quadro se agravou. Dom Laurindo foi internado no Hospital Unimed na última quinta-feira (18), aonde veio a óbito na manhã de ontem. 

No período em que esteve internado ele recebeu a visita de um grupo de jovens e do atual bispo, Dom Sérgio de Deus Borges. Em nota, a diocese agradeceu as orações dos fiéis e disse que Dom Laurindo estava em paz e feliz em seus últimos dias. 
“Agradecemos a todos pelas orações e preces pelo nosso Bispo emérito nestes dias em que esteve entregue à vontade de Deus, tendo sido chamado por ele à eternidade. Da mesma forma, agradecemos à família de Dom Laurindo por ter confiado a sua vida e vocação à Igreja do Senhor”, manifestou a diocese. 

O corpo do sacerdote foi velado na nave central da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe. Foram realizadas quatro missas ao longo do dia, seguindo as normas sanitárias de prevenção à Covid-19. O sepultamento ocorreu na cripta da igreja com a presença da família do bispo e dos padres da diocese. No mesmo local estão sepultados Dom Olívio Fazza, primeiro bispo de Foz; e Dom Dirceu Vegini, que morreu em 2018 também vítima de um câncer. 

Da redação 
Foto: arquivo GDia

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas