Setor privado terá ação conjunta para combater o coronavírus e seus efeitos econômicos e sociais


- Por: Reciel Rocha

Setor privado terá ação conjunta para combater o coronavírus e seus efeitos econômicos e sociais
Conferência on-line definiu ações coordenadas nos 54 municípios do Oeste

Empresários e lideranças regionais definiram um plano de ação unificado, para os 54 municípios da Região Oeste, de enfrentamento ao novo coronavírus e aos efeitos econômicos e sociais causados pela proliferação da doença. A estratégia foi delineada em reunião do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), nessa terça-feira, 24, por teleconferência. 

Foram discutidas medidas para minimizar a crise econômica, financeira e social decorrente do fechamento do comércio, turismo, serviços e setores da indústria, o que terá impacto nos empregos, na renda e na condição de consumo essencial da população. A outra pauta da reunião girou em torno de ações para prevenção e atendimento em saúde.

"A intenção é salvar vidas e cuidar das pessoas, em primeiro lugar, nas nossas 54 cidades", enfatiza Danilo Vendruscolo. "Precisamos enfrentar os problemas econômicos e sociais que já estão ocorrendo, como fechamento de empresas e desemprego", pontua. "Sem tergiversar da preocupação com a saúde, temos que adotar medidas que nos reencaminhem à retomada das atividades produtivas", sublinha.

 A Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI) atua na coordenação de ações definidas pelas lideranças regionais. "Os empresários estão contribuindo para as medidas de saúde preventivas ao coronavírus. Nosso esforço agora é para que o setor produtivo da Região Oeste atue de forma integrada para diminuir, ao máximo, os prejuízos à economia e ao mercado de trabalho", enfatiza o presidente da entidade, Faisal Ismail.

Representante da direção-geral brasileira da Itaipu Binacional na reunião, o coronel Jorge Áureo destacou as medidas adotadas pela empresa e o governo federal no enfrentamento ao coronavírus. "É um problema que nos atinge a todos. A Itaipu é parceira dos municípios do Oeste e das demandas que possam ajudar a superar esse momento pelo qual passamos", frisa. 

Atenção à micro, pequena e média empresa
Entre as deliberações do POD, está a criação de um grupo de trabalho que irá prestar apoio a micros, pequenos e médios negócios da Região Oeste. "Pequenos comerciantes e prestadores de serviços, principalmente, já estão vivendo uma situação desesperadora agora", ressalta o segundo-vice-presidente do POD, Rainer Zielasko, que preside a indústria Fiosul, de Toledo. 

AI POD
Foto: divulgação

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas