Setembro Amarelo tem intensa programação em Foz do Iguaçu


- Por: Reciel Rocha

Setembro Amarelo tem intensa programação em Foz do Iguaçu

O "Setembro Amarelo", mês dedicado à conscientização sobre a prevenção do suicídio, conta com uma programação intensa em Foz do Iguaçu. Cine debates e rodas de conversa em 28 escolas da rede estadual e nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPSi, II, e Álcool e Drogas) pretendem dar voz e visibilidade a um importante questão mundial de saúde pública. 
A programação é uma organização da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), através da Divisão de Saúde Mental (DVSAM), em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEED), Centro de Valorização a Vida (CVV), Câmara Técnica de Saúde Mental, Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Comud), Conselho Municipal de Saúde (Comus) e conta com apoio do Conselho Regional de Psicologia (CRP), Guarda Municipal, Polícia Militar, Fundação Nosso Lar e das universidades locais. 


A programação nas escolas estaduais começa hoje (10), data fixada como Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Ao longo do mês serão promovidas 47 rodas de conversa em 28 colégios da cidade. A intenção é atingir cerca de 2.700 alunos do segundo ano do ensino médio. São adolescentes e jovens que compreendem uma faixa etária marcada por bastantes impactos psicossociais.


A agenda que integra o "Setembro Amarelo" reflete as ações que vem sendo trabalhadas desde o ano passado pelo CAPS i (Centro de Apoio Psicossocial Infantil) e a Secretaria Estadual de Educação.  "Desde o ano passado vem sendo ofertado rodas de conversas junto aos adolescentes e capacitações junto a professores, diretores e pedagogos das escolas estaduais. O "Setembro Amarelo" é a concentração das ações voltadas à prevenção ao suicídio", explicou o Coordenador do CAPS i, Antonio Batista Santana Junior. 

PMFI / AMN

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas