Rua do Lazer


- Por: Redação 1

Rua do Lazer

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) sancionou o projeto de lei do vereador Valdir de Souza Maninho (PSC) que cria o programa "Rua do Lazer" que considera trechos de ruas e avenidas para lazer, esporte e cultura em Foz do Iguaçu. As vias poderão ser bloqueadas para as atividades aos domingos e feriados das 10h às 16h. Os locais podem abranger praças e lagos e serão definidos pela prefeitura. 

Nomeado
O advogado Edson Luiz Pagnussat foi nomeado pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD) na Diretoria de Gestão da Transparência e Compliance, subordinado à Secretaria Municipal da Transparência e Governança. 

Candidato
O líder do governo, vereador Kalito Stoeckl ainda não desistiu da candidatura a deputado estadual. Os corredores do legislativo municipal assustaram que Kalito está alinhado com o deputado federal Vermelho em possível dobradinha. Tem gente que pode aduzir a questão da infidelidade partidária, já que Vermelho está no PL do presidente Jair Bolsonaro e o vereador no PSD do governador Ratinho Junior e do prefeito Chico Brasileiro. A legislação eleitoral proíbe dobrada ou coligações nas eleições proporcionais.

Chororô
O vice-prefeito Delegado Sampaio (União Brasil) está em campo em busca de apoio para as eleições de 2 de outubro. O que políticos locais torcem o nariz porque Sampaio muda a pré-candidatura à deputado muda conforme o vento. Uma hora diz que pretende disputar a Assembleia Legislativa e em seguida, fala em candidatura a deputado federal. Nove foras, o delegado se tornou um crítico contumaz das ações do governo municipal e é ouvinte número dos noticiosos de rádio e dos canais de oposição. 

Aí tem
O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) recebeu o deputado Zeca Dirceu (PT) no gabinete da 1ª secretaria da Assembleia Legislativa. Os dois têm atuação conjunta nas cidades do Noroeste e avaliaram ainda o quadro político para as eleições nos campos estadual e federal.

Amigo
Zeca Dirceu é amigo do governador Ratinho Junior (PSD). Meses atrás, o pai do deputado, José Dirceu (PT), conversou com o governador no Palácio Iguaçu. 

Tem orçamento
O gerente regional da Sanepar, Nilton Perez, confirmou que a empresa já reservou R$ 2 milhões no orçamento para a instalação da rede de água no Bubas. Essa é a prioridade. A rede de esgoto virá depois de definir o traçado das ruas.

Só na próxima
A representação contra a vereadora Protetora Carol Dedonatti (PP) só será apreciada na próxima sessão da Câmara de Vereadores. A denúncia não deve prosperar no legislativo e Carol disse que virou alvo de guerrilha digital desde que anunciou sua pré-candidatura à deputada federal. Disse ainda que os ataques parte de um grupo que apoia um deputado federal, mas não declinou o nome. 

Escritório em Foz
O presidente da Celepar, Leandro Moura, adiantou ao secretário Paulo Angeli (Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação) que a companhia vai instalar um escritório regional em Foz do Iguaçu em apoio às prefeituras do extremo-oeste em projetos de gestão de inovação. 

É fantástico
O sobrevoo do atleta Fernandes Fernandes sobre as Cataratas do Iguaçu foi assistido por  1,5 milhão de domicílios na grande São Paulo. Os número são do Fantástico de domingo, 8, que exibiu a aventura. O programa teve a maior audiência da Globo no domingo com 20,1 pontos. Cada ponto equivale a 74.666 domicílios. Os números são da Kantar Ibope Media.

Apadrinhamento
O Programa de Apadrinhamento Afetivo de Foz do Iguaçu, criado por lei neste ano, foi construído com o apoio da Defensoria Pública do Estado (DPE). O defensor público Vinicius Santos de Santana explica que percebeu a necessidade após visitar instituições de acolhimento e ouvir as dificuldades relatadas pelas equipes, especialmente sobre adolescentes que, após completarem 18 anos, deixavam as instituições sem qualquer suporte. 

Sancionada
Em articulação com a rede de proteção e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, em 2021, a DPE apresentou à Câmara Municipal um documento solicitando a regulamentação do programa. A proposta se tornou projeto de lei em abril de 2021, apresentado pelo vereador Valdir de Souza Maninho (PSC). Aprovado pela Câmara, o projeto foi sancionado pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD), e ainda promulgado pelo presidente da Câmara, Ney Patrício (PSD). 

Padrinho ou madrinha
De acordo com a lei, para ser padrinho ou madrinha em Foz do Iguaçu a pessoa deve ter mais de 18 anos e ser 16 anos mais velha do que a criança ou adolescente apadrinhado, não pode estar inscrita nos cadastros de adoção, não pode ter sido destituído ou suspenso do poder familiar e não pode ter antecedentes criminais em crime doloso. 

Mutirão
A Defensoria Pública e a prefeitura de Curitiba realizaram o "Mutirão de Orientação para Retificação de Prenome e Gênero para a População Trans". O mutirão é parte de um trabalho voltado à população trans, que busca o direito de ter, em seus documentos, o nome e o gênero com o qual se identificam. Foram atendidas 150 pessoas durante a ação, que também contou com os serviços do Tribunal Regional Eleitoral e do Instituto de Identificação do Paraná. 

Não-binários
Além de homens e mulheres trans, a Defensoria também atende o público que se identifica como não-binário. “A Defensoria vem atuando há anos nesta pauta, ajudando a população LGBTIQIA+. É muito importante facilitar o acesso à Justiça no que diz respeito à retificação. No caso das pessoas não-binárias, infelizmente, é necessário que ocorra a judicialização, serviço que também é prestado pela Defensoria”, explicou o defensor Antônio Vitor Barbosa de Almeida. 

Zé Beto Maciel, Gustavo Aquino e Francisco Vitelli

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas