Reni nega “fura-fila” de pagamentos na Prefeitura durante sua gestão


- Por: Reciel Rocha

Reni nega “fura-fila” de pagamentos na Prefeitura durante sua gestão
O depoimento do ex-prefeito deve prosseguir nesta quarta-feira

A Justiça Federal retomou nesta terça-feira (10) o interrogatório do ex-prefeito Reni Pereira, acusado pelo MPF de chefiar uma organização criminosa para desviar verbas públicas.
Reni levou novamente um calhamaço de documentos em sua inseparável mochila e esteve acompanhado de seus advogados. O ex-prefeito utilizou várias vezes seu aparelho celular para apresentar áudios, visando comprovar sua versão dos fatos.
O principal assunto desta terça foram as acusações sobre pagamentos preferenciais a empresas ligadas ao ex-prefeito e secretários, o chamado “fura-fila”. Como de costume, Reni voltou a negar a existência dessa prática nefanda.
Confessou, no entanto, que esse deslize ocorreu algumas vezes em sua gestão e foram “fatos pontuais” para atender emergências justificadas. Citou o caso do pagamento de lixeiras dentro de um convênio com Itaipu, que se não fosse quitado de forma rápida o município seria prejudicado.  
O Ministério Público Federal sustenta em sua denúncia que o sistema “fura-fila” na Secretaria da Fazenda foi utilizado diversas vezes, tendo a participação de secretários e diretores, com o conhecimento de Reni. A Polícia Federal chegou a gravar conversas comprovando o malfeito.

Adelino de Souza / Freelancer  
Foto :Rádio Cultura

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas