Rede estadual oferta diversas modalidades e ensino


- Por: Redação 2

Rede estadual oferta diversas modalidades e ensino
As secretarias dos colégios estaduais estão abertas. Interessados podem procurar diretamente as instituições de ensino. O ano letivo começa em 7 de fevereiro.(Foto: Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Pais, responsáveis e estudantes que não efetuaram a rematrícula no ano passado, ou que desejam ingressar na rede estadual de ensino em 2022, podem procurar diretamente as instituições de ensino para garantir a vaga e não perder o início do ano letivo, que começa em 7 de fevereiro.
As secretarias dos colégios estaduais estão abertas. Para alunos que já eram da rede, o pai, responsável ou o próprio estudante (quando maior de 18 anos) precisa comparecer à instituição de ensino onde o aluno estava matriculado em 2021, informar a intenção de permanecer na escola, entregar a documentação obrigatória e assinar o formulário de renovação de matrícula.
Já para estudantes de outras redes de ensino, particulares, de outros estados ou países, os responsáveis legais devem procurar a instituição de ensino mais próxima da residência para solicitar a vaga, e assim incluir o estudante no Cadastro de Espera de Vaga Escolar (CEVE).
Caso não haja vaga na instituição de ensino de preferência, o estudante será informado das opções disponíveis e ficará na lista de espera mesmo depois de estar matriculado e frequentando outra instituição de ensino, podendo ser chamado assim que a vaga estiver livre.
EJA e EDUCAÇÃO PROFISSIONAL - Para quem deseja uma vaga na Educação de Jovens e Adultos (EJA) o processo é o mesmo do ensino regular, com a diferença de que é necessário procurar diretamente as instituições que ofertam a modalidade. É possível conferir quais são elas na página da EJA. Lembrando que a EJA é preciso ter 15 anos completos para o ensino fundamental e 18 anos completos para o ensino médio.
Já para a modalidade da Educação Profissional e Técnica, ainda há vagas em parte das instituições que ofertam os cursos integrados, ou seja, concomitantes com o ensino médio. Como o fechamento das turmas ocorre de maneira independente em cada colégio, é preciso conferir se o curso na instituição desejada ainda possui vagas disponíveis. Na página da Educação Profissional é possível conferir todas as instituições que ofertam a modalidade por cidade e os respectivos cursos.
IDIOMAS - Também há vagas nos cursos gratuitos do Centro de Línguas Estrangeiras Modernas (Celem). São aulas de Alemão, Espanhol, Francês, Italiano, Japonês, Mandarim, Polonês e Ucraniano; além de Português para Falantes de Outras Línguas (PFOL) e Língua Brasileira de Sinais (Libras) como segunda língua (para ouvintes).
A matrícula é feita diretamente nas instituições de ensino que ofertam os cursos – ao todo, são 483 colégios em 217 municípios. A lista de escolas e seus respectivos cursos pode ser conferida na página oficial do Celem. Pelo menos 70% das vagas são destinadas a estudantes do ensino público estadual (a partir do 6º ano) e as demais são para professores e funcionários da rede estadual de ensino e a comunidade em geral.
Novidade para este ano, o curso online de Espanhol tem vagas restantes apenas para os estudantes da rede estadual (a partir do 9° ano do ensino fundamental) através deste link. 

AEN

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas