Projeto-piloto de estratégias de segurança em áreas de fronteira começa sair do papel


- Por: Reciel Rocha

Projeto-piloto de estratégias de segurança em áreas de fronteira começa sair do papel

O projeto-piloto de inteligência de segurança nas fronteiras em Foz do Iguaçu, anunciado no início do ano pelo ministro Sérgio Mora (Justiça e Segurança Pública), começou a sair do papel. Na última sexta-feira (9) o Governo Federal publicou, no Diário Oficial da União (DOU), decreto instituindo a Comissão Permanente para o Desenvolvimento e a Integração da Faixa de Fronteira, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Regional.

De acordo com Moro, a escolha de Foz do Iguaçu para receber o projeto-piloto de inteligência de segurança é em função de sua localização geográfica estratégica nas fronteiras do Brasil com Paraguai (Ciudad del Este) e Argentina (Puerto Iguazú). A intenção, segundo o ministro é fortalecer o combate ao tráfico de entorpecentes e armamentos.

A estrutura, que será apresentada oficialmente até o final de 2019, vai abrigar agentes das polícias Federal e Rodoviária Federal, Receita Federal, Forças Armadas e órgãos de segurança locais. De acordo com o decreto publicado no final de semana, o órgão é ‘destinado a propor medidas e coordenar ações que visem ao desenvolvimento de iniciativas necessárias à atuação do Governo federal na faixa de fronteira’.

Ronildo Pimentel

Foto: Roger Meireles

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas