Projeto “Mão na Massa”, do PTI, usa criatividade e tecnologia para contribuir com a formação de alunos


- Por: Reciel Rocha

Projeto “Mão na Massa”, do PTI, usa criatividade e tecnologia para contribuir com a formação de alunos

O encontro final dos alunos do projeto-piloto “Mão na Massa”, realizado pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI) em parceria a Secretaria Municipal de Educação de Foz do Iguaçu, teve direito a uma aula de astronomia em uma sessão no planetário do Polo Astronômico.
A ideia de trazer a turma, que tem adolescentes entre 10 e 12 anos, do Centro de Convivência Francisco Buba para o Parque Tecnológico, conforme William Bogler, um dos orientadores do projeto, foi dar oportunidade aos alunos de conhecer as estruturas e mostrar a possibilidade de um dia voltarem como colaboradores ou pesquisadores da instituição.
O “Mão na Massa” é uma iniciativa de aprendizagem criativa aliada à Educação 4.0 que foi desenvolvida durante este ano, em encontros semanais que tiveram como objetivo estimular competências como a criatividade, a autonomia e proporcionar o acesso a novas tecnologias. 
Isso tudo com muita atividade prática, como o próprio nome sugere. Um dos “produtos” desse trabalho foi um braço hidráulico, conta Bogler, feito a partir de conhecimentos de mecânica, programação e lógica, que agora fica à disposição do Centro de Convivência. 
O orientador afirma que, no começo, os alunos tiveram uma certa resistência em voltar para a “sala de aula” do projeto no contraturno escolar, mas que ao, perceberem que poderiam criar soluções para problemas que eles identificaram e que os materiais produzidos poderiam ser levados para casa, aderiram e não faltavam às aulas mesmo em dias de chuva. “O desafio foi grande, mas eles mesmo abraçaram”. 

Assessoria de Comunicação 
Foto: Kiko Sierich/PTI.

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas