Ponte da Integração entre o Brasil e o Paraguai deve ser concluída neste ano


- Por: Redação 2

Ponte da Integração entre o Brasil e o Paraguai deve ser concluída neste ano
Os trabalhos estão concentrados no posicionamento das aduelas metálicas, das lajes pré-moldadas e na concretagem do tabuleiro da ponte(Foto: Foto: DER)

Com as obras que passam de 75% de execução e a expectativa da conclusão da ligação física das duas margens do rio Paraná nos próximos meses, a Ponte de Integração, que liga Foz do Iguaçu (Brasil) e Presidente Franco (Paraguai), deve ficar pronta e entregue ainda no segundo semestre deste ano. Até agora já foram investidos no projeto, mais de R$ 174 milhões, de um total previsto de R$ 323 milhões. Os recursos são da margem brasileira de Itaipu.
Os mastros principais em ambos os lados estão concluídos, os trabalhos agora estão concentrados no posicionamento das aduelas metálicas, das lajes pré-moldadas e na concretagem das mesmas para compor o tabuleiro da ponte, e no tensionamento dos estais no vão central e dos estais de retaguarda. Em ambos canteiros também está em andamento a pré-montagem das aduelas metálicas que serão posicionadas em breve.
A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais. Ela é resultado de parceria entre Governo do Paraná, Itaipu Binacional e governo federal, com aporte financeiro da Itaipu.

Acesso
Na obra de implantação da rodovia de acesso entre a ponte e a BR-277, a perimetral leste de Foz do Iguaçu, os trabalhos continuam avançando nos viadutos da Avenida General Meira, no viaduto de acesso à Ponte Tancredo Neves e no viaduto da BR-469.
O projeto da rodovia prevê um contorno do perímetro urbano de Foz do Iguaçu partindo da nova ponte, em uma extensão de 15 quilômetros. Serão seis interseções em desnível: Avenida General Meira, acesso à Ponte Tancredo Neves, Av. das Cataratas (BR-469), Av. Felipe Wandscheer, Av. República Argentina e BR-277.
Parceria
Com a parceria com a Itaipu Binacional, o DER/PR também está executando as duplicações do Contorno Oeste e da BR-277 em Cascavel, e a pavimentação da Estrada Boiadeira entre Porto Camargo e Serra dos Dourados, na região Noroeste. E já estão sendo licitadas as obras de pavimentação de estrada entre Ramilândia e Santa Helena, e da recuperação da ponte Ayrton Senna, em Guaíra, na divisa com o Mato Grosso do Sul.


Da redação com AEN

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas