Pedro Paulo Rangel traz histórias sobre seus 50 anos de carreira na Fundação Cultural


- Por: Redação 1

Pedro Paulo Rangel traz histórias sobre seus 50 anos de carreira na Fundação Cultural
Pedro Paulo Rangel

Pedro Paulo Rangel, um dos atores de maior prestígio do Brasil, estará em Foz do Iguaçu no dia 12 de agosto (sexta-feira), onde participa de um bate-papo sobre os 50 anos de carreira.  O encontro acontecerá no auditório da Fundação Cultural (Rua Benjamin Constant, 62), às 20h, e terá entrada gratuita, com número limitado a 80 pessoas. As senhas serão distribuídas uma hora antes do evento. 

Rangel, atualmente no ar como “Calixto” de “O Cravo e a Rosa”, vem a Foz do Iguaçu para conhecer as belezas naturais e os atrativos turísticos da cidade. A convite da Fundação Cultural, ele participa de um bate papo descontraído com moradores, artistas locais e fãs.

O ator, diretor e autor, hoje com 74 anos, comemorou cinco décadas de carreira em 2019 com o monólogo “O Ator e o Lobo”, que reestreia após regresso da pandemia, em outubro deste ano, no Teatro Laura Alvim, no Rio de Janeiro. 

Sua primeira experiência no teatro aconteceu em 1968, na peça Roda Viva, de Chico Buarque. Em 1969 Pedro Rangel fez sua estreia na televisão, na extinta Rede Tupi, no elenco da telenovela Super Plá, de Braulio Pedroso. Em 1972, estreou na TV Globo, a convite do ator e diretor Moacyr Deriquém, na telenovela Bicho do Mato, de Chico de Assis e Renato Corrêa e Castro. Em 1981 integrou o programa Viva o Gordo, de Jô Soares, com experiências tão proveitosas que lhe renderam a participação em outros programas de humor, como TV Pirata (1990) e Minha Nada Mole Vida (2007). 

Foram mais de 50 novelas e programas na televisão brasileira, 12 filmes e 13 prêmios de melhor ator ao longo da carreira. 

AMN

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas