Partidos estudam estratégias para conquistar votos em Foz


- Por: Redação 1

Partidos estudam estratégias para conquistar votos em Foz

As redes sociais serão fundamentais para os futuros candidatos levarem suas mensagens até o cidadão, na campanha para o pleito de 15 de novembro. A avaliação é de lideranças partidárias de Foz do Iguaçu, que estão à frente da organização das chapas de candidatos proporcionais (Câmara de Vereadores) e majoritária (Executivo). Município tem mais de 23,5 mil eleitores com filiação partidária.
A pandemia do novo Coronavírus acelerou a mudança nas relações entre candidatos e eleitores. As mídias sociais, que tiveram grande influência no último pleito, de 2018, serão decisivas na atual conjuntura, onde as reuniões presenciais e aglomerações estão com restrições para evitar a propagação da Covid-19.

"Fizemos várias reuniões virtuais, com os pré-candidatos nos últimos meses", contou Licério Santos, que é presidente do MDB em Foz do Iguaçu. Uma delas, de acordo com o dirigente, foi com o presidente da legenda no Paraná, João Arruda, e outros integrantes da executiva estadual. "Na intenção de sanar as dúvidas nas áreas jurídicas e contábeis", informou.
"Estamos terminando agora a rodada de reuniões com cada um dos pré-candidato e seus assessores", adiantou Licério. Inicialmente, de acordo com ele, alguns tiveram dificuldades para acessar o App (aplicativo que permite conversas online em grupo). "Mas aos poucos, todos já estão manuseando o necessário", completou.

Convenção online
Muitos partidos estudam fazer, devido a pandemia, a convenção partidária online. O MDB já antecipando este processo, confirmou o secretário-geral do partido, Roberto José Assunção. "Já fui ao cartório de títulos e documentos para orientações sobre como apresentar provas de presencial dos membros", explicou.

"E já estamos nos preparando, em caso de efetuar (a convenção) online, nos orientamos para tal. Mais se for possível, faremos presencial", frisou Assunção. Que completou: "Esta decisão será tomada somente nas vésperas, dependendo da situação da Covid-19".

Whatsapp
A coordenação de campanha do PL em Foz do Iguaçu tem usado o aplicativo que permite conversas diretas ou em grupos. Através dele, o partido tem informado os pré-candidatos sobre as eleições e a legislação que vai valer para o pleito de 15 de outubro, informou o presidente, Elizeu Liberato.

"Estamos pensando na possibilidade das reuniões, principalmente a convenção partidária, ser através de vídeoconferência se persistir a situação da pandemia", disse o dirigente. As redes sociais, na avaliação de Liberato, serão um dos raros caminhos para o candidato levar sua mensagem até o eleitor durante a campanha.
"Será o principal meio de comunicação entre os candidatos e eleitores", disse o presidente do PL. "Será uma campanha bem diferente, se persistir a pandemia, e pela primeira vez que esse contato com o eleitor será frustrado", disse ele, que integra a atual legislatura da Câmara de Vereadores.

Ronildo Pimentel

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas