Parque Nacional espera receber 12 mil visitas no feriado da Padroeira


- Por: Redação 1

Parque Nacional espera receber 12 mil visitas no feriado da Padroeira
Aproximadamente 12 mil pessoas são esperadas nas Cataratas do Iguaçu nos três dias do feriado prolongado da Padroeira do Brasil

O Parque Nacional do Iguaçu estima receber, no trecho onde estão as Cataratas do Iguaçu, aproximadamente 12 mil visitantes nos três dias do feriado prolongado do Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. A unidade de conservação estará com os portões abertos das 8h às 17h. Mas atenção, a venda de ingressos é apenas pela internet, com número limitado, e agendamento do passeio.
Este será o segundo feriado prolongado em que o principal termômetro do turismo da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, estará aberto para visitação, desde o início da pandemia Covid-19. Em setembro, no Dia da Independência, o atrativo recebeu 7.289 visitantes, acima das expectativas da Cataratas SA, que esperava cerca de três mil ingressos nos três dias.
De acordo com a projeção da concessionária, durante o feriado de sábado a segunda-feira (10 a 12 de novembro), o maior fluxo de visitantes deverá ser no domingo (11). O Parque vai operar, nos três dias, com a capacidade máxima de 525 pessoas por hora, totalizando o limite de 5.250 entradas por dia. 
Os ingressos são limitados e vendidos exclusivamente on-line, no site www.cataratasdoiguacu.com.br devido ao protocolo de segurança sanitário implantado na unidade de conservação. O visitante precisa adquirir o passaporte com agendamento de data e horário com antecedência.
A compra está sujeita à disponibilidade de vagas, alerta a concessionária, que informa não haver restrição de idade para fazer o passeio. "A medida tem o objetivo de ampliar as vagas de visitação e manter o programa ainda mais seguro para todos", ressalta comunicado da Cataratas SA.

Passe Comunidade
Os moradores das 14 cidades vizinhas à unidade de conservação possuem 90% de desconto no ingresso. Essa categoria também está disponível exclusivamente on-line no site. Mas atenção: é preciso comprovar residência em um dos municípios apresentando o comprovante presencialmente no acesso ao parque.
Para o passeio, é obrigatório o uso de máscara enquanto permanecer dentro do Parque Nacional. Diariamente, a unidade de conservação passa por um minucioso trabalho de sanitização do circuito turístico, oferecendo ainda mais proteção aos visitantes. 
O parque faz o controle individual de acesso de todas as pessoas que o visitam com uma barreira sanitária instalada no Centro de Visitantes. O público é recepcionado por uma equipe de funcionários que afere a temperatura de todas as pessoas. 
Simultaneamente, as equipes da unidade orientam todos para passar álcool gel nas mãos e os calçados no tapete sanitizante, e informam sobre a permanência e o uso correto da máscara, cobrindo o nariz e a boca, durante todo o passeio.

Abre e fecha
O Parque Nacional do Iguaçu precisou ser fechado em dois momentos após o início da pandemia do Coronavírus, em meados de março deste ano. A visitação no atrativo foi suspensa pela primeira vez no dia 18 de março, por determinação do Ministério do Meio Ambiente e do ICMBio, responsável pela administração da da unidade de conservação.
A primeira reabertura durante a pandemia ocorreu no dia 10 de junho, dentro das comemorações do aniversário de emancipação de Foz do Iguaçu. Naquele mês, o Parque Nacional recebeu 3.926 visitantes. 
No dia primeiro de julho foi novamente fechado, devido ao avanço do vírus no Paraná. A unidade de conservação só voltou a receber visitantes no dia 4 de agosto, mês em que recebeu 9.755 acessos. Em setembro foram mais de 26 mil ingressos. 

Ronildo Pimentel
Foto: Nilton Rolin/Cataratas S/A


 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas