Paraguai define empresa para construir acesso rodoviário à Ponte da Integração


- Por: Redação 1

Paraguai define empresa para construir acesso rodoviário à Ponte da Integração
Obras da Ponte da Integração alcançaram 63% no mês de junho

O Ministério de Obras Públicas e Comunicações (MOPC) do Paraguai definiu, na última semana, a empresa para construção do primeiro trecho do Corredor Metropolitano Leste, via que vai unir a área urbana de Ciudad del Este à cabeceira da Ponte da Integração com o Brasil. A passarela, a segunda unindo os dois países na região de Foz do Iguaçu, está com 63% das obras já executadas.
A Constructora Acaray SA foi a vencedora da licitação para executar o acesso rodoviário no lado paraguaio da segunda ponte. As obras do chamado Corredor Metropolitano Leste foram licitadas em três lotes. O primeiro compreende uma malha pavimentada de quase 31 quilômetros de extensão que se conectará à Ponte de Integração com o Brasil, ressalta a rádio La Clvae.
As obras de ligação à rede interurbana existente (4,6 quilômetros) e, por último, a construção de uma ponte sobre o rio Monday, entre os bairros de Minga Guazú e Los Cedrales, no departamento de Alto Paraná. No âmbito deste edital, a obra consiste na construção de uma via asfáltica entre o quilômetro 0 e o quilômetro 4,6, em Presidente Franco.

Avanço
As obras da Ponte da Integração alcançaram 63% de execução neste mês de junho, conforme o último boletim técnico do Departamento de Estradas e Rodagens do Paraná (DER-PR). Os investimentos na construção já são de R$ 148 milhões, do total previsto de R$ 323 milhões. 
A nova ponte internacional sobre o Rio Paraná é uma obra do governo federal, com gestão do governo do Estado (por meio do DER-PR) e recursos da margem brasileira de Itaipu. De acordo com o boletim, o consórcio responsável pelas obras concluiu em junho, no lado brasileiro, a segunda etapa da caixa de equilíbrio e parte da estrutura de encontro entre a futura ponte e a rodovia de acesso. 

Ainda neste mês, o mastro principal deve alcançar 88,5 metros de altura, do tabuleiro até o topo, o equivalente a um prédio de quase 30 andares. No vão central, começaram a ser instaladas as primeiras lajes pré-moldadas, feitas em concreto armado, que vão compor a futura pista de rolamento. 

Contexto
Também foram soldadas as estruturas de ancoragem e os tubos da unidade metálica da ponte. No lado paraguaio, foi concluída a primeira fase de execução do mastro principal, que alcançará no final deste mês 64,5 metros de altura, aproximadamente. 
O boletim também informa que foi dada continuidade às atividades da segunda etapa da caixa de equilíbrio interna e a preparação do acesso que interligará o nível do terreno ao tabuleiro da ponte. As obras estão dentro do cronograma e a expectativa é que a nova ponte internacional esteja concluída em meados do ano que vem, juntamente com a Perimetral Leste. 
“São obras fundamentais e que terão impacto positivo para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu, do Paraná e do Brasil, atendendo as diretrizes do governo federal”, afirmou o diretor-geral de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

Da Redação
Fotos: Alexandre Marchetti | ITAIPU Binacional

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas