13º deve injetar R$ 300 milhões na economia de Foz do Iguaçu


- Por: Reciel Rocha

13º deve injetar R$ 300 milhões na economia de Foz do Iguaçu
Pagamento total do 13° salário deve movimentar o varejo iguaçuense 

O pagamento total do 13° salário deve injetar cerca de R$ 300 milhões na economia de Foz do Iguaçu. O levantamento foi feito com base em uma pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e pela Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi). 
A primeira parcela do salário foi paga na última sexta-feira (29) aos trabalhadores de todo o país dos setores público e privado. Para aposentados e pensionistas do INSS, a primeira parcela do 13º salário foi depositada entre agosto e setembro. Na fronteira, boa parte do dinheiro já foi utilizada na compra de presentes para o Natal, fato que animou os comerciantes e elevou as expectativas de melhoria nas vendas. 
Mas nem todo mundo pretende usar o dinheiro extra para as festas ou agrados de final de ano. Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que no estado 29,3% dos trabalhadores pretende empregar o montante no pagamento de dívidas. 
Outra parte considerável de paranaenses, 23,7%, planeja utilizar o 13° salário para fazer uma reserva financeira ou investimento, percentual superior a 2018, quando 21,6% pretendiam economizar.
A compra de presentes deve ficar em terceiro plano: 14,7% das pessoas pretendem gastar a remuneração adicional para essa finalidade. No ano passado, 16,2% dos trabalhadores pretendiam gastar o dinheiro em presentes. Dentro desse cenário há ainda quem pretende investir na compra de equipamentos para a casa, lazer e gastronomia. 

Da Redação
Foto: arquivo GDia 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas