Olheiros, atenção: conheçam o jovem aprendiz da Binacional que é bom de bola


- Por: Reciel

Olheiros, atenção: conheçam o jovem aprendiz da Binacional que é bom de bola

Dentro e fora das quadras, ele é o cara. Marcos Alexandre Brito Marques, de 17 anos, integrante do Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho (PIIT) e lotado na Comunicação Social de Itaipu (CS.GB), bate um bolão. Na carreira precoce de jogador de futsal, já conquistou quase 50 medalhas, entre elas como destaque do time. Foi o mais jovem jogador a disputar uma liga internacional pelo Sub-20 do Foz Cataratas Futsal, onde atua na posição "fixo". Ele joga na mesma posição pela equipe Pôr do Sol. Sua inspiração no esporte vem dos craques Falcão e Rodrigo. E, na vida pessoal, dos familiares e da namorada Nathália, que o apoiam e o incentivam a se profissionalizar. O sonho de jogador começou por acaso, quando o pai, Robinson Crusoé, o colocou numa escolinha de futsal para ajudá-lo no tratamento respiratório. Ele só tinha 5 anos de idade e a dica do médico foi o pontapé inicial da jornada rumo ao sucesso. Aos 13 anos, ele não precisou mais de remédio. O futsal não só o curou, como também mudou os planos de sua vida. Embora queira se formar em Engenharia Elétrica – ele está no terceirão – Marcos quer mesmo é viver da profissão de boleiro. E tem se esforçado para isso. DM/Assessoria/Foto: Nilton Bobato

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas