Na área da urologia destaque para procedimentos que envolve próstata e caçulos renais


- Por: Reciel Rocha

Na área da urologia destaque para procedimentos que envolve próstata e caçulos renais

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL) fecha 2019 celebrando avanços não só na quantidade de cirurgias realizadas mas também na consolidação de novos serviços do Sistema Único de Saúde – SUS, com procedimentos por vezes de alta complexidade e únicos na região. 
No setor da urologia, por exemplo, estão sendo realizados tratamentos minimamente invasivos em pacientes trazendo benefícios como mais tecnologia, menos tempo de internação e melhor recuperação para homens e mulheres que necessitam de cirurgias que envolvem cálculos urinários ou problemas de próstata.
O médico cirurgião que integra o corpo clínico de especialistas em Urologia do Hospital Municipal, Gustavo Cruz, explica que a possibilidade dos pacientes da rede pública terem acesso à tecnologia disponibilizada impacta positivamente na qualidade de vida do pós-operatório destes pacientes. Desde que este tipo de procedimento começou, já foram realizadas, 490 cirurgias não invasivas.
 Em 2019, a novidade ficou por conta das cirurgias de próstata. De julho pra cá sete pacientes foram submetidos ao tratamento realizado com Plasma Vaporização Prostática, uma tecnologia que utiliza energia bipolar para o tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna – HPB. “A Plasma Vaporização da Próstata é uma excelente alternativa sem cortes, para o tratamento minimamente invasivo da Hiperplasia Prostática Benigna, principalmente nas próstatas maiores, diminuindo em até 65% a necessidade de transfusão de sangue e em até 60% a necessidade de readmissão, ou seja, em alguns casos de ter de refazer a cirurgia”, explica. “Na maioria dos casos, o paciente recebe alta sem precisar de sonda urinária já no dia seguinte ao procedimento”, destaca.

Da Redação com assessoria  

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas