Ciclista iguaçuense conquista 1° lugar na categoria Master C da Copa Jaguarete 2021


- Por: Redação 1

Ciclista iguaçuense conquista 1° lugar na categoria Master C da Copa Jaguarete 2021
Toninho completou as 10 voltas do circuito no tempo de 43 minutos e 27 segundo, derrotando um total de 12 oponentes

O ciclista iguaçuense Antônio Carlos De Oliveira, popularmente conhecido como Toninho, conquistou o 1° lugar na categoria Master C da Copa Jaguarete Podium Bike 2021. O evento foi realizado neste domingo (21), em Ciudad del Este, Paraguai, e contou com a participação de 255 competidores em 15 categorias distintas. 
A categoria Master C teve percurso de 27 quilômetros. Toninho completou as 10 voltas do circuito no tempo de 43 minutos e 27 segundos, derrotando um total de 12 oponentes. O segundo lugar da prova foi para Daniel Tetsuro Ishikawa, morador de Guaíra, também no Oeste. Ele completou o trajeto em 44 minutos e 34 segundos. 
“Foi um resultado que eu não esperava, já que eu não estava treinando em ritmo de competição. Tinha três adversários muito fortes, e eu procurei saber quem eram eles e qual o ritmo de cada um. Como a prova era leve e não tinha subidas, eu esperei o ataque dos adversários, porque poderia pegar eles no contragolpe. A estratégia deu certo e eu fui abrindo, quando percebi já estava com mais de 30 segundos na frente. Assim fui até o final da prova e cheguei bem”, contou o iguaçuense. 
Apaixonado pelo esporte, Antônio tem atualmente uma loja de bikes e um clube de pedal, que sai todas as quartas-feiras para passeios noturnos. O ciclista já competiu em diversos desafios, mas nos últimos meses estava “aposentado” das aventuras. Incentivado pelos amigos e pela família, ele decidiu voltar às pistas e levou o “troféu” já em seu primeiro desafio.  
O atleta quer agora ir mais longe e superar os próprios limites, voltando a participar do Desafio Rio do Rastro, uma das provas mais intensas de ciclismo que chega a reunir quase dois mil competidores em Santa Catarina. 
“Foi um incentivo para mim recomeçar, porque achei que estava longe de voltar a competir, mas vi que ainda posso. Agora quero voltar a treinar para enfrentar a Rio do Rastro, que é um desafio difícil. Já ganhei dois anos e agora quero completar o terceiro”, destacou. 

Da Redação / Foto: divulgação 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas