Líder de facção gaúcha é expulso do Paraguai e entregue a PF em Foz


- Por: Redação 1

Líder de facção gaúcha é expulso do Paraguai e entregue a PF em Foz
Fabrício da Silva foi entregue a autoridades brasileiras e deve ser enviado para um presídio central no Rio Grande do Sul 

Fabrício Santos da Silva, apontado como líder da facção gaúcha “Os Manos”, foi expulso do Paraguai na tarde de terça-feira (4) e entregue à Polícia Federal, na aduana da Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu. O brasileiro foi levado à carceragem provisório da PF, de onde será transferido para uma unidade prisional. 

Conhecido como Nenê, o criminoso tem 37 anos e estava foragido desde o dia 1° de junho, quando rompeu a tornozeleira eletrônica que usava. Segundo a polícia, ele havia recebido o direito a prisão domiciliar por 90 dias devido ao risco de contaminação da Covid-19.
Sob liberdade provisória, o traficante fugiu de sua residência em Estância Velha, região metropolitana de Porto Alegre (RS), e foi se esconder no Paraguai. Ele acabou sendo localizado em uma operação da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) e foi preso em um condomínio de luxo na região de Hernandárias. 

No Brasil Fabrício possui uma extensa ficha criminal. Ele foi condenado em território nacional a mais de 70 anos de prisão por envolvimento em tráfico de drogas, homicídios e assaltos. Com a expulsão e um novo mandado de prisão emitido pela Justiça brasileira, Silva deve voltar para um presídio central em Porto Alegre (RS).

Da Redação / Foto: Senad

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas