Jogadora de basquetebol de Foz do Iguaçu é convocada para Copa América


- Por: Redação 1

Jogadora de basquetebol de Foz do Iguaçu é convocada para Copa América
Allanis pertence ao time da Associação de Basquete de Foz do Iguaçu (Abasfi), que recebe apoio da Prefeitura

A jogadora de basquete paulista Allanis Cristina Deldoni da Silva, convocada pela seleção feminina sub-18 para a Copa América, vai para Cáli, na Colômbia, como representante de Foz do Iguaçu. A competição será entre 7 e 13 de fevereiro.

A convocação foi pelos resultados de sua atuação na Associação de Basquete de Foz do Iguaçu (Abasfi), da qual participa desde 2020, quando veio morar na cidade. Para ela, o suporte da Abasfi e do técnico Cláudio Henrique Lisboa foram fundamentais para que se destacasse no campeonato paranaense. 

A convocação de Allanis e outras 14 atletas foi anunciada pelo técnico da seleção feminina sub-18, João Camargo, na segunda-feira, 11. A disputa em Cáli classificará dois times para o Mundial sub-19; Canadá e Estados Unidos já estão garantidos.
A história de Allanis com o basquete começou aos 9 anos, em um projeto criado pela mãe dela, que vendia de rifa a feijoada para garantir a continuidade dos treinos. Ela jogava com meninas mais velhas, que a inspiravam. Uma delas é a atleta Lays da Silva, que fez parte da Seleção Brasileira de Basquetebol Feminino no Pan de Lima de 2019, em Lima, Peru.  "Meu primeiro jogo da federação foi com 12 anos. Foi aí que eu tive certeza que queria jogar", conta. 

Entrou para o time do São Bernardo, pela categoria sub-13, onde ficou até os 16 anos até a sub-17. Em 2020, mudou-se para Foz do Iguaçu, onde sua mãe estava morando. Allanis já conhecia o time da Abasfi, de quem tinha sido adversária diversas vezes pelos jogos escolares. Participou de um treino com o time de Claudio, e ele a convidou para integrar a equipe. 
A Abasfi possui uma parceria com a Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Esporte Lazer, e recebe apoio para os treinamentos e participações nas competições, representando a cidade. 

"O Claudio deu muito apoio, tive um desenvolvimento técnico muito grande, foi um dos melhores trabalhos de fundamento e de base que tive", considera a atleta. Segundo ela, o apoio de toda a comissão técnica da Abasfi foi fundamental para que se destacasse. "Eu represento Foz neste campeonato, por tudo o que me deram em 2020", afirma.

Allanis ainda não sabe se será selecionada para, entre as 15 convocadas, ser uma das 12 que entrarão em quadra. Mas já está satisfeita. “É um grande sonho meu”.


Assessoria

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas