Itaipu vai ampliar parcerias e investir nos municípios lindeiros


- Por: Redação 1

Itaipu vai ampliar parcerias e investir nos municípios lindeiros
Reunião da diretoria de Itaipu com prefeitos da região do lago

Representantes da Itaipu Binacional e do Conselho dos Municípios Lindeiros fizeram, nesta terça-feira (2), no Ecomuseu, em Foz do Iguaçu (PR), o primeiro encontro de 2021. Participaram diretores da empresa, 14 prefeitos e dois vices, novos ou reeleitos, das 16 cidades lindeiras ao reservatório. Durante a reunião foram apresentadas as principais demandas da região e a possibilidade de ampliar as parceiras e investimentos da binacional. Um novo encontro deve acontecer até o fim deste mês para debater com maior profundidade os futuros acordos.
 
“Foi um primeiro encontro, de alinhamento”, afirmou o anfitrião, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna. “Foi uma oportunidade para nos conhecermos e nos aproximarmos. Pudemos identificar as demandas mais imediatas e marcar a próxima reunião de trabalho. O objetivo do encontro foi alcançado.”
 
Segundo ele, os municípios estão alinhados em relação às demandas, muitas delas com possibilidade de impacto para toda a região. “O trabalho integrado é fundamental para o desenvolvimento. Temos que trabalhar juntos, unir esforços. Esse sentimento de cooperativismo faz com que a gente chegue a resultados melhores”, concluiu Silva e Luna.
 
Na pauta estavam as demandas pontuais de cada cidade e questões mais amplas, de maior abrangência. “Estamos buscando parcerias com a Itaipu e com o governo do Estado para revitalizar nossas rodovias locais, para que elas ofereçam melhores condições para escoar a produção agrícola e atrair o turismo”, pontuou o prefeito de Pato Bragado e presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros, Leomar Rohden.
 
Rohden lembra que Itaipu já é uma grande parceira da região – todos os 16 municípios lindeiros têm uma série de convênios com a binacional, além de receberem royalties. A intenção, agora, é ampliar essas parcerias, por meio de ações estruturantes que mudem a realidade da região, como a criação de um hospital regional, a construção de uma ciclovia que ligue Foz do Iguaçu a Guaíra, para ampliar o turismo local, entre outras.

Assessoria Itaipu

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas