Itaipu e UNDESA promovem debate sobre ações climáticas e a Agenda 2030


- Por: Reciel Rocha

Itaipu e UNDESA promovem debate sobre ações climáticas e a Agenda 2030
Área do reservatório é parte de Reserva da Biosfera

As contribuições da Itaipu Binacional para o Acordo de Paris e para as metas da Agenda 2030 são a temática principal de dois eventos que serão realizados em parceria com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (UNDESA), nos próximos dias 7 e 9 de dezembro, em Madri (Espanha), como parte da programação paralela da 25ª Conferência Mundial do Clima (COP 25).
Os eventos fazem parte da parceria Itaipu-UNDESA “Soluções Sustentáveis em Água e Energia”, que tem como objetivo compartilhar, com instituições e governos de todo o mundo, boas práticas na promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 6 (Água Potável e Saneamento) e 7 (Energia Limpa e Acessível), e suas conexões com os demais ODS que compõem a Agenda 2030 das Nações Unidas.
“Itaipu é uma empresa que tem como missão principal a geração de energia a partir de uma fonte renovável, que é a hidrelétrica. Mas, para fazer isso no longo prazo, ela investe em diversas ações que têm como objetivo garantir a qualidade e a quantidade de água, beneficiando também outros usos do reservatório, como o abastecimento municipal, a produção agropecuária e a manutenção da biodiversidade. E, dessa forma, contribui com o desenvolvimento sustentável da região”, afirma o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Para proteger seu reservatório, a Itaipu mantém mais de 100 mil hectares de áreas protegidas. Em 2018, a margem brasileira foi reconhecida como Reserva da Biosfera pela Unesco, título que a margem paraguaia já havia recebido no ano anterior.
A atuação em relação aos ODS 6, 7, 13 e 15 será detalhada em estudos de caso que serão lançados em Madri, com a presença do subsecretário executivo da UNDESA, Liu Zhenmin, que afirmou que “toda grande empresa deveria conhecer a experiência da Itaipu sobre como colocar em prática a Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável”.


Itaipu Binacional 
Nilton Rolin / Itaipu Binacional

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas