Itaipu triplicou investimentos nos municípios do Oeste do Paraná


- Por: Reciel Rocha

Itaipu triplicou investimentos nos municípios do Oeste do Paraná
O diretor-geral brasileiro general Silva e Luna implantou um novo modelo de gestão na Itaipu Binacional

A margem brasileira da usina de Itaipu elevou em quase três vezes, em 2019, os investimentos no desenvolvimento social, econômico, turístico e cultural da região Oeste do Paraná. O salto foi de 143,3%. Em 2018, os recursos aplicados nessas áreas pela usina somaram R$ 103,7 milhões; em 2019, o valor passou para R$ 252,4 milhões, com impacto direto na qualidade de vida e na geração de emprego e renda para milhares de pessoas.
Do total investido no ano passado, o mais expressivo refere-se ao início das obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, que ligará Foz do Iguaçu (PR) a Presidente Franco. Os recursos de Itaipu somaram R$ 66,3 milhões, o equivalente a 14% do total previsto para as obras da ponte e da Perimetral Leste (R$ 462,9 milhões). A região do Porto Meira, onde a ponte está em construção, se transformou em um gigantesco canteiro de obras.
A Itaipu também investiu no ano passado cerca de R$ 21,5 milhões em infraestrutura aeroportuária, principalmente em obras no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Em 2018, a usina havia aplicado R$ 3 milhões neste setor, sete vezes menos. Entre os projetos em andamento, hoje, estão a ampliação da pista de pousos e decolagens, que vai possibilitar a operação de aeronaves maiores, e a duplicação da via de acesso ao terminal. São obras que vão impulsionar o turismo, vocação natural da região.
A extinção de convênios e patrocínios sem relação com a missão empresarial de Itaipu, diretriz adotada pela atual gestão, permitiu ainda a alocação de mais recursos em projetos de meio ambiente e responsabilidade social, beneficiando toda a área de influência do reservatório. Os gastos no apoio à implantação da Coleta Solidária, por exemplo, aumentaram de R$ 3,2 milhões, em 2018, para R$ 15,8 milhões, no ano passado.

Ainda na área de responsabilidade social, a implantação de moradias populares no Oeste paranaense chama a atenção. O projeto beneficia famílias em situação de vulnerabilidade e risco social. Em 2018, Itaipu investiu R$ 25,5 mil neste segmento; no ano passado, o valor foi ampliado para R$ 5 milhões. O salto é de quase 300 vezes mais de um ano para o outro.

Imprensa de Itaipu
Foto: Sara Cheida/Itaipu


 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas