Horta Solidária da Polícia Militar ajuda instituições de Foz com doação de alimentos


- Por: Reciel Rocha

Horta Solidária da Polícia Militar ajuda instituições de Foz com doação de alimentos

Mais de 10 mil refeições são servidas toda a semana em 18 instituições assistenciais de Foz do Iguaçu. Boa parte dos ingredientes utilizados no preparo dos pratos é fornecida pelo Projeto Horta Solidária, desenvolvido pelo 14° Batalhão de Polícia Militar em parceria com a 4ª Vara Federal da Justiça Federal. 
A iniciativa nasceu como uma alternativa para o cumprimento de prestação de serviços comunitários por condenados da Justiça Federal e, desde 2017, já produziu mais de 45 mil unidades de vegetais de todos os tipos. 
Por estar em zona de fronteira, a Subseção Judiciária de Foz do Iguaçu registra um alto volume de condenações criminais, porém, em sua maioria esses crimes não são violentos. Entre os ilícitos mais comuns estão o contrabando e o descaminho, além de crimes fiscais, permitindo que cerca de 85% das penas privativas de liberdade sejam substituídas por prestação de serviços comunitários.
Neste cenário os condenados são encaminhados ao projeto e lá cultivam uma área de quatro mil metros no terreno do batalhão, localizado na avenida General Meira. O trabalho é realizado em estufas e ambiente protegido, com mínima intervenção química, ou seja, sem defensivos agrícolas, somente com uso pontual de fertilizantes, como no caso dos hidropônicos.
Entre os vegetais mais cultivados estão variedades de alface, rúcula, agrião, almeirão, chicória, couve, cheiro verde, rabanete e salsinha. A produção conta com apoio de estudantes do Colégio Agrícola e é destinada para entidades e instituições cadastradas como escolas e creches de Foz do Iguaçu, entre elas a Guarda Mirim e o Lar dos Velhinhos.

Da redação com assessoria Idesf
Fotos: divulgação 

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas