Grupo protesta contra Dias Toffoli e pede PEC para prisão em 2ª instância


- Por: Redação 1

Grupo protesta contra Dias Toffoli e pede PEC para prisão em 2ª instância
Manifestantes trancaram uma das pistas da BR-469, no acesso ao local onde acontece o congresso dos TCEs

Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) de Foz do Iguaçu protestou, no final da tarde desta segunda-feira (11), contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. O magistrado participou, ao lado do governador Ratinho Junior, da abertura do 1º Congresso Internacional dos Tribunais de Contas, que vai até quinta-feira (14).
Os participantes do ato se concentraram às margens da BR-469 (Rodovia das Cataratas), próximo ao acesso do Hotel Bourbon, onde está acontecendo o congresso. A solenidade, era para contar com a participação dos presidentes da Câmara Federal e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, o que não aconteceu até o fechamento da reportagem, por volta das 20h.
"Nós estamos recebendo em Foz do Iguaçu os presidentes da Câmara, do Senado e do STF", comentou o empresário Névio Rafagnin. "Nós iguaçuenses temos o dever de expressar nossa insatisfação por aquilo que o STF tem feito e aos presidentes (Câmara e Senado), nós queremos que eles levem à frente a reforma o mais rápido possível. É isto que a gente pensa", afirmou.
Sessão polêmica
Na última semana, em uma sessão do STF, foi aprovada por 6 votos a 5 o fim da prisão após condenação em segunda instância, como prevê o artigo 5º da Constituição Federal. Além de protestar contra Toffoli, o grupo pede a aprovação de PEC prevendo a prisão em condenações após sentença de colegiado (segunda instância).

Ronildo Pimentel
Foto: divulgação

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas