General Silva e Luna vai receber título de Cidadão Honorário de Foz


- Por: Jordan Moreira

General Silva e Luna vai receber título de Cidadão Honorário de Foz
O presidente da Câmara, Beni Rodrigues, durante audiência com o diretor-geral brasileiro da Itaipu, General Joaquim Silva e Luna

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, General Joaquim Silva e Luna, será declarado Cidadão Honorário de Foz do Iguaçu. A informação é do presidente da Câmara de Vereadores, Beni Rodrigues (PSB), durante visita à usina na manhã desta quarta-feira (12). A empresa binacional tem feito grandes investimentos em obras de infraestrutura na cidade.
No encontro com Silva e Luna, Beni Rodrigues adiantou que o projeto de decreto legislativo, apresentado pelos vereadores, estará na pauta da próxima sessão Plenária da Casa de Leis. A reunião, ainda de acordo com o presidente, está programada para as 9h da manhã desta quinta-feira (13).
Ao diretor-geral brasileiro da Itaipu, Beni disse que as portas do legislativo estão abertas para fortalecer a união e parceiras pelo bem de Foz do Iguaçu. O presidente aproveitou ainda para tratar de assuntos da cidade e parceria que estão melhorando a vida dos iguaçuenses. 
"Deixei os cumprimentos em nome de todos os vereadores, representantes da população, pela excelente gestão que o general vem fazendo na Itaipu e pelas parcerias importantíssimas com o município", disse Beni. O presidente da Câmara lembrou que Silva e Luna assumiu a binacional em fevereiro de 2019.
"As ações dele no comando da Itaipu resultaram em uma economia de R$ 600 milhões. São recursos que são revertidos em obras e parcerias que beneficiam os moradores de Foz do Iguaçu, incluindo vários projetos sociais", destacou Beni Rodrigues.
O presidente da Câmara também convidou o general para visita ao Legislativo, afirmando que as portas estão abertas e os vereadores a disposição para fortalecer cada vez mais a união de todos pelo futuro de Foz do Iguaçu. Beni observou que a Itaipu exerce uma função primordial no desenvolvimento não só de Foz, mas de toda a região.  

Obras estruturantes
Desde que assumiu a gestão da Binacional, Silva e Luna vem ampliando a abertura e os investimentos da usina em obras estruturantes para a região Oeste. Em Foz do Iguaçu, os recursos da Itaipu estão possibilitando a construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, a segunda via unindo os dois países na cidade.
O investimento previsto é de R$ 463 milhões. Deste montante, R$ 323 milhões serão usados na construção da ponte e R$ 140 milhões nas obras da Perimetral Leste, ligação rodoviária que vai ligar as aduanas do Paraguai e Argentina à BR-277, na cidade de Foz do Iguaçu. A empresa também está investindo recursos na ampliação da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional.

Ronildo Pimentel

Foto: Rubens Fraulini/Itaipu

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas