Foz tem quinto caso confirmado de coronavírus, todos importados


- Por: Reciel Rocha

Foz tem quinto caso confirmado de coronavírus, todos importados
Judiciário de Foz do Iguaçu repassou R$ 500 mil para município usar no combate ao coronavírus

O boletim diário da Secretaria Municipal de Saúde confirmou, nessa quarta-feira (25), o quinto caso de infecção pela covid-19 em Foz do Iguaçu. Todos os pacientes foram contaminados em viagens ao exterior e São Paulo, informam a equipe de enfrentamento da pandemia e a Vigilância Epidemiológica. Juíza determina repasse de R$ 500 mil do Poder Judiciário para a prefeitura combater o coronavírus.

O quinto caso positivo de covid-19 em Foz do Iguaçu é um jovem de 20 anos que retornou de viagem dos Estados Unidos no dia 17 de março. De acordo com as autoridades sanitárias, no mesmo dia ele procurou informações com a equipe da Vigilância Epidemiológica e relatou febre e outros sintomas respiratórios leves, que iniciaram em 15 de março. 

Notificado como caso suspeito para a covid -19, o jovem realizou a coleta de exames para diagnóstico da doença. Ele recebeu ainda orientações quanto aos cuidados de prevenção e isolamento domiciliar por 14 dias. O paciente permanece em casa sendo monitorado diariamente, bem como aqueles com quem manteve contato.

O primeiro caso confirmado de coronavírus em Foz do Iguaçu foi dia 18 de março, de uma jovem que viajou ao exterior. No final de semana, mais três pacientes foram diagnosticados com a doença — um deles que também esteve fora do país.

Integra esse grupo de confirmados um casal que manteve contato em São Paulo com uma pessoa contaminada. O município contabiliza atualmente 110 casos suspeitos (que estão em monitoramento pela Vigilância Epidemiológica) e 31 descartados.

Mais recursos
A juíza Juliana Arantes Zanin Vieira determinou repasse de R$ 500 mil do Poder Judiciário à prefeitura, para combate à covid-19 em Foz do Iguaçu. Na decisão, a magistrada levou em conta as declarações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de pandemia do novo coronavírus e de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional, de 30 de janeiro.

No despacho, ela citou ainda a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de 19 de março, e o decreto do presidente do Tribunal de Justiça do Paraná autorizando os tribunais a disciplinarem a destinação de recursos oriundos de execução penal. A verba será transferida ao Fundo Estadual de Saúde e direcionada ao município.

Ronildo Pimentel
Foto: Divulgação


 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas