Foz pode adotar bloqueios em bairros com mais casos de Covid-19


- Por: Redação 1

Foz pode adotar bloqueios em  bairros com mais casos de Covid-19
Foz do Iguaçu poderá ter bloqueios em determinadas regiões para evitar a propagação do novo Coronavírus

A Prefeitura poderá adotar, nos próximos dias, bloqueios localizados em bairros com grande incidência de casos, para evitar a propagação da Covid-19 em Foz do Iguaçu. A informação é do prefeito Chico Brasileiro (PSD), em transmissão nas redes sociais. O município estuda ainda medidas judiciais para impedir a cessão de vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a pacientes de cidades que não estão na abrangência da 9ª Regional de Saúde
.
A semana de Foz do Iguaçu começou com a confirmação de 19 novos casos na segunda-feira (08), de acordo com a Vigilância Epidemiológica. Na terça (09), mais 18 casos confirmados do novo Coronavírus e ontem foram 21 novos casos positivos, totalizando 221 casos da doença no município. Dos 221 casos confirmados, 147 já estão recuperados, 63 estão em isolamento domiciliar, 8 pessoas estão internadas (moradores de Foz) e o município também contabiliza 3 óbitos.

"A Prefeitura está monitorando. Estamos planejando, se não houver cuidado das pessoas que residem em certas regiões, se aglomerando, que não estão usando máscaras e tomando as atitudes necessárias e precisas, medidas mais duras virão", alertou Chico Brasileiro. Entre as providências que o município poderá adotar, de acordo com o prefeito, está o bloqueio de determinadas regiões.
"Não a cidade inteira, porque não é justo que todos paguem com uma situação de bloqueio em função, muitas vezes, de grupos ou pessoas isoladamente em alguma certa região", disse. Os técnicos em saúde e estatística do município estão monitorando exatamente estes dados, adiantou o prefeito.

"Estamos planejando ações de bloqueio local onde não houver colaboração por parte das pessoas em relação aos cuidados que tem que ser adotados", avisou. Nos bloqueios, a população fica proibida de circular sem necessidade urgente e inclui ainda toque de recolher no período noturno.

Atenção redobrada
A mensagem que Chico Brasileiro fez questão de deixar para a população e para estas pessoas, é para todos se cuidarem. "O maior presente à Foz do Iguaçu, nos seus 106 anos, é cuidar de si e cuidar do próximo. Se cuidarmos da cidade, vamos sair muito bem dessa epidemia".

Brasileiro voltou a alertar para as pessoas, que "não pode colocar em risco a si e as outros, aos seus familiares, por uma falta de cuidado". Na avaliação do prefeito, Foz do Iguaçu enfrenta um risco de ver crescer o número de casos positivos, "como vem crescendo já de uma forma que possamos atingir um pico e descontrole da doença".

Ronildo Pimentel / Foto: Roger Meireles

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas