Foz pode perde mais 10 mil doses de vacinas contra a covid-19 em agosto


- Por: Redação 1

Foz pode perde mais 10 mil doses de vacinas contra a covid-19 em agosto
Foz busca estratégias para incentivar a vacinação e frear a perda de vacinas 

Um total de 10 mil doses de vacina contra a covid-19 estão com data próxima ao vencimento, que deve ocorrer ainda neste mês de agosto. Caso não haja aumento na procura pelos imunizantes nas próximas semanas, a Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu pode sofrer mais uma grande perda no estoque. 
Nos últimos dias, cerca de 4,5 mil doses de vacinas foram descartadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, várias estratégias foram adotadas para incentivar a população a completar o quadro de vacinação, mas infelizmente não houve o retorno esperado. 
Para se ter uma ideia da situação, Foz tem 100 mil pessoas na faixa dos 40 anos que já podem tomar a 4ª dose de reforço, mas somente 30 mil estão com a carteira de vacinação em dia. Os agentes de saúde aguardam ainda a imunização completa de 70 mil iguaçuenses.
Entre os adolescentes a situação é ainda mais preocupante, isso porque apenas 15% do público com idades de 12 a 17 anos procurou os postos de saúde para tomar a vacina de reforço. No grupo das crianças há até momento cerca de 60% de cobertura entre a 1ª e 2ª dose. 
Em todo o Paraná há cerca de 200 mil doses de imunizantes com datas próximas ao vencimento. “Esse levantamento é dinâmico e não indica, necessariamente, que esse montante chegará ao vencimento. A orientação dos municípios é de que realizem a busca ativa para ampliar a cobertura vacinal”, informou a Secretaria de Estado de Saúde.
Desde o início da vacinação na fronteira, já foram aplicadas mais de 637,4 mil doses dos imunizantes Pfizer, AstraZeneca, Coronavac e Jansen. Neste quadro, há 113,7% de adultos imunizados com duas doses das vacinas ou dose única. Pouco mais de 58% tomou a terceira dose e apenas 23,2% do público alvo (40 anos ou mais) no momento procurou pela 4ª dose. 
Após a realização de busca ativa, ampliação de horário nas UBSs e ligações telefônicas, a 9ª Regional de Saúde estudo junto à Secretaria de Saúde do Estado novas maneiras de ampliar a vacinação e evitar a perda de vacinas. 
Por meio de nota o Ministério da Saúde afirmou que orienta os estados há realizar a otimização (uso correto e aproveitamento das vacinas com prazo curto de validade) através de informes distribuídos a cada nova remessa. A responsabilidade pelo armazenamento e distribuição compete aos estados e municípios. 
Dentre as maneiras de evitar a rápida perda dos imunizantes está a ampliação do prazo de validade. Entretanto, este processo depende da orientação dos laboratórios fabricantes e também da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 
Para tomar qualquer dose das vacinas basta procurar uma das 29 unidades de saúde de Foz. A partir dos cinco anos já é possível receber a primeira dose. Apenas não podem receber as vacinas pessoas que contraíram Covid-19 recentemente. Para estas é necessário esperar por 30 dias, a contar do início dos sintomas, para tomar qualquer um dos imunizantes. Pessoas gripadas ou resfriadas precisam aguardar até o completo desaparecimento dos sintomas para receber as vacinas.

Boletim Covid
A Vigilância Epidemiológica de Foz confirmou na quarta-feira (3), 384 novos casos de covid-19. No total, são 80.704 ocorrências da doença no município desde o início da pandemia. 
Das últimas 384 infecções, 221 são pacientes mulheres e 163 são homens, com idades entre 03 meses e 92 anos. Entre eles, 229 estão em isolamento domiciliar, 155 encerraram o período de isolamento.
Dois óbitos foram confirmados na semana epidemiológica 30. As vítimas são uma mulher de 81 anos e um homem de 76 anos. No total, são 1.286 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.


Da redação 
Foto: divulgação 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas