Foz do Iguaçu tem eleição com maior índice de abstenções da sua história


- Por: Redação 1

Foz do Iguaçu tem eleição com maior índice de abstenções da sua história
Mais de 183,3 mil iguaçuenses estavam aptos a votar na eleição de domingo, 15

Não será apenas pelo alto índice de renovação nos quadros da Câmara de Vereadores que as eleições municipais de 2020 ficarão para a história política de Foz do Iguaçu. Em meio a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) e ao descrédito com agentes e partidos políticos, mais de 42,2 mil eleitores deixaram de ir as urnas no domingo, 15. Se somados os votos brancos e nulos, são mais de 51,9 mil sufrágios descartados.

No último pleito, 183.306 iguaçuenses estavam aptos a votar, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR). O prefeito Chico Brasileiro (PSD) acabou reeleito com 54.252 dos votos válidos (41,29% do total). O ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi (Podemos) ficou em segundo lugar com 51.595 (pouco mais de 39% do total). Os demais candidatos (sete no total) dividiram o restante dos votos válidos.
Após a conferência, foram validados 131.377 sufrágios (excluindo as abstenções e votos brancos ou nulos). A diferença entre os primeiros colocados poderia ser maior, menor ou mesmo apontar resultado inverso, caso um grande percentual de eleitores fossem as urnas ajudar a escolher o gestor dos próximos quatro anos (2021-2024). 

Sem urna
Em números exatos, 42.279 pessoas se abstiveram de votar por medo do avanço da Covid-19 ou devido ao desgaste dos agentes e dos partidos políticos nos últimos anos. Este total, representa aproximadamente 23% dos mais de 183 mil eleitores aptos a votar para prefeito e vereadores em Foz do Iguaçu. 

O índice supera em quatro pontos as abstenções de 2012, quando 35.679 iguaçuenses se ausentaram das urnas, e quase nove pontos dos 14.891 que se abstiveram do voto em 2016, quando 165.730 poderiam votar. Na eleição suplementar de abril de 2017, 166.226 moradores estavam regularizados para votar, no entanto, 26.224 se abstiveram (14,7% do total). 

Brancos e nulos
De acordo com a totalização do TRE-PR, 4.151 eleitores votaram em branco e 5.499 anularam o direito de escolha de prefeito - respectivamente 2,9% e 3,9% do total dos eleitores aptos a votar. 
Os indicadores, somados as abstenções, chegam 51.929 votos descartados, índice pouco abaixo do total obtido por Chico Brasileiro e superior aos votos depositados para Paulo Mac Donald Ghisi. 

Ronildo Pimentel
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas