Foz reduziu os indicadores de Covid-19, mas internações seguem altas


- Por: Redação 1

Foz reduziu os indicadores de Covid-19, mas internações seguem altas
Média móvel de novos casos e óbitos tem apresentado queda, mas ocupação de leitos por pacientes com Covid-19 ainda preocupa em Foz

Os principais indicadores da presença do novo coronavírus (Covid-19) apresentaram redução nos últimos dias, mas a ocupação de leitos especiais segue alta em Foz do Iguaçu. O município confirmou, na terça-feira (6), 67 novos infectados e mais um óbito por complicações da doença. O índice de recuperados está acima de 96,6% do total de contaminados. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), o índice supera 80%.
Após o período mais mortal da pandemia (em março, foram 237 óbitos em decorrência da Covid-19), Foz do Iguaçu começou abril com queda nos principais indicadores da doença - média móvel de novos infectados e óbitos. No entanto, a ocupação dos leitos da rede de atenção aos pacientes da doença segue próximo do limite máximo.
De acordo com o Painel Coronavírus, das 125 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) disponíveis nos hospitais Municipal Padre Germando Lauck e Ministro Costa Cavalcanti, 109 estavam em utilização ontem (87,2% do total).
Dos 89 leitos de Enfermaria, 63 estavam em utilização (70,7% do total). Dos 172 pacientes internados em Foz do Iguaçu, 128 são confirmados para Covid-19 residente na cidade e os demais ou estão em análise ou são residentes em outros municípios.

Mais casos e óbito
A Vigilância Epidemiológica confirmou ontem, 67 novos casos de Covid-19. Ao todo, foram registrados, desde o início da pandemia, 32.152 casos da doença no município, sendo que 31.063 pessoas já estão recuperadas.
Dos novos casos, 35 são mulheres e 32 homens, com idades entre 1 e 86 anos. Entre eles, 62 pessoas estão em isolamento e 5 internadas. Do total de casos ativos, 255 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 156 pessoas estão internadas.

Foz do Iguaçu registrou um óbito em consequência da Covid-19, totalizando 678 mortes pela doença no município. A vítima é um homem de 78 anos.

Ronildo Pimentel

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas