Foz chega à beira de um colapso na ocupação de leitos para Covid-19


- Por: Redação 007

Foz chega à beira de um colapso na ocupação de leitos para Covid-19
Prefeitura deve aumentar a capacidade em dez leitos nesta semana(Foto: Foto AMN)

Para aliviar a situação tensa, a prefeitura está aumentando a quantidade de leitos de UTI, utilizando estruturas de enfermaria.  
O volume de novos casos de Coronavírus em Foz do Iguaçu atingiu neste final de semana, 100% da capacidade de leitos de UTI para pacientes de covid-19 no Hospital Municipal. A disponibilidade era de 20 vagas de UTI, e segundo o boletim, havia 28 internamentos, distribuídos em UTIs, enfermarias e leitos transitórios.  

Segundo o Boletim diário do Hospital Padre Germano Lauck, nos “Leitos de Isolamento Transitório” com 12 vagas, está comprometida em 83%; a “Enfermaria” dedicada aos pacientes de Covid-19, possui 50 leitos, destes, 30% estão ocupados; a UTI para casos de Covid-19 chegou aos 100%. Logo, a solução arranjada pela prefeitura, foi transformar os leitos de enfermaria em UTIs, com toda a demanda de equipamentos necessários. Cinco desses leitos já foram convertidos.
Clique aqui para ver o relatório

Prevenção
O crescimento no volume de contaminação, de certa forma, abalou todo o sistema de atendimento, porque pessoas com outras enfermidades, ou mesmo vítimas em acidentes, passaram a correr o risco da não disponibilidade de vagas em situações emergenciais, a exemplo do que acontece em muitas cidades. 

 

Novos leitos de UTI 

O Hospital Municipal, que já conta com o aumento para 25 leitos de terapia intensiva, podendo chegar a 30 ao longo desta semana. Segundo o prefeito Chico Brasileiro, outros cinco leitos podem ser convertidos, conforme a demanda. Cada leito conta com cama elétrica, monitor cardíaco e ventilador pulmonar. “Os esforços estão sendo feitos para expandir os leitos e garantir o atendimento à população. Nosso maior problema hoje não são os leitos de enfermaria, e sim os de UTI, por isso estamos tomando todas as medidas necessárias para garantir o tratamento a todos”, reforçou o prefeito. 

 

Reforço

O combate à COVID-19 no município de Foz do Iguaçu ganhará um reforço importante a partir desta semana.  A unidade de saúde 24 horas Padre Ítalo, no Porto Meira, abrigará uma extensão dos trabalhos de atendimento, agendamento, coleta e acompanhamento referentes aos casos de coronavírus. A equipe contará com profissionais da saúde treinados para acolhimento de pessoas com sintomas respiratórios.

Outra novidade será a unidade de saúde móvel, adaptada para atendimento a casos sintomáticos, e demais serviços referentes à COVID-19. “A principal idéia é de que o caminhão circule nas regiões apontadas pelo Mapa do Calor (divulgado no Boletim Epidemiológico) e possa reforçar esse atendimento às pessoas dos bairros, sem que necessitem circular até a unidade de saúde”, explicou o diretor de Atenção Básica, Ricardo Lacerda. A Unidade Móvel ficará estacionada inicialmente no Centro de Convivência Clóvis Cunha Viana, em Três Lagoas.


 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas