Flor Dama Da Noite (Epiphyllum Oxypetalum)- Conhecida como cacto-orquídea

Flor Dama Da Noite (Epiphyllum Oxypetalum)- Conhecida como cacto-orquídea


- Por: Eliane Luiza Schaefer

Flor Dama Da Noite (Epiphyllum Oxypetalum)- Conhecida como cacto-orquídea

 

Esta espécie de flor ,tem nome botânico de Epiphyllum oxipetalum, mas é também conhecida por cacto-orquídea. Faz parte da família Cactaceae, originária da América Central e Brasil.

É uma planta que raramente tem espinhos, mas possuem pêlos nas aréolas. Suas flores são grandes, vistosas e coloridas, e seus ramos são achatados e suculentos.

Na natureza, elas podem se desenvolver sobre árvores, mantendo suas raízes no chão, como se fossem trepadeiras. Quando cultivadas, necessitam de pouca água e substrato bem arenoso.

Características

Cactácea de grande porte, que pode atingir de 2,0 a 6,0m de altura. Possui talos semi-lenhosos e ramos achatados sem espinhos, com bordas onduladas.

Desses mesmos ramos surgem suas flores enormes (maior de 20-25 cm), com muitas pétalas, na coloração branca, que só se abrem à noite.

Este espetáculo curioso é sempre ansiosamente aguardado por quem as cultiva. Elas só se abrem uma única vez, no início da noite, ficando abertas por 23 horas.

É o perfume de suas flores que atrai os polinizadores, sendo que após a polinização, a flor inicia o seu processo de falecimento.

Plantio

Utiliza-se treliça, cerca ou muro.

Apesar do suporte, seu cultivo poderá ser exposto ao sol, mas é preferível que seja à meia sombra em uma parte do dia.

Apesar de ser um cacto, a planta se ressente quando a terra fica seca por longos períodos. No entanto, também pode apodrecer por excesso de água, não é à toa que é chamada de cacto-orquídea. O seu cultivo é muito parecido!

Encontrada facilmente na natureza, pouco dispendiosa e que pode formar a base de um conjunto de jardim rochoso.

Através de vários exemplares, em tamanhos distintos, é possível ter um belo conjunto e ir adicionando outros cactos de outras espécies e de menor altura, formas arredondadas, algumas pedras e pequenas plantas floríferas.

Fonte: totalconstrucao.com.br

Imagem: Divulgação

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas