Feriadão da Padroeira e Dia das Crianças é o melhor dos últimos dois anos em Foz


- Por: Redação 1

Feriadão da Padroeira e Dia das Crianças é o melhor dos últimos dois anos em Foz
A vazão perfeita do rio Iguaçu garantiu a melhor experiência para quem visitou as Cataratas do Iguaçu no feriadão da Padroeira

O feriado prolongado da Padroeira do Brasil Nossa Senhora de Aparecida e o Dia das Crianças foi o melhor dos últimos dois anos para o turismo de Foz do Iguaçu. A avaliação é do secretário Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação, Paulo Angeli, ao comentar o desempenho do setor. De sábado (9) até ontem (terça-feira, 12), mais de 19 mil pessoas foram às Cataratas do Iguaçu.
O turismo é o segmento econômico mais afetado pela pandemia do coronavírus (covid-19). As mais de 50 atividades correlatas praticamente permaneceram fechadas no período, como estratégia para evitar a propagação do vírus. A retomada do turismo, a partir de junho, foi motivada pelo avanço da vacinação e queda dos indicadores da doença (novos casos e óbitos).
Em números, o Parque Nacional do Iguaçu recebeu, nos quatro dias do feriadão da Padroeira, 19.124 visitantes. Destes, 96% são brasileiros, que escolheram o destino de natureza mais querido nacionalmente, conforme pesquisas de tendência do setor turístico nacional e internacional. O dia de maior visitação foi no domingo (10), com 8.475 ingressos ao atrativo.

Experiência
As chuvas dos últimos dias na bacia hidrográfica do rio Iguaçu garantiu uma vazão perfeita nas Cataratas do Iguaçu, próximo a 1,5 milhão de litros por segundo. O visitante Renato Guimarães foi um que saiu com as energias renovadas do parque. “É realmente uma maravilha da natureza, fiquei encantado com tudo. Organização desde a entrada do passeio até a saída, também a limpeza. Incrível!”
Turistas estrangeiros também visitaram o maior conjunto de quedas d’água do mundo. Ao todo, representantes de 31 nacionalidades vivenciaram a experiência única. Depois dos brasileiros, na ordem, paraguaios, espanhóis, argentinos, colombianos, estadunidenses, peruanos, australianos, coreanos e alemães foram os mais representativos numericamente, durante o feriadão. 

O colombiano Frank Kamargo aprovou a experiência de se conectar com a natureza das Cataratas do Iguaçu, no Parque Nacional do Iguaçu. “O parque é muito belo, muito imponente.  As características geográficas o fazem único. A atenção e cordialidade dos funcionários são diferenciais. Maravilha que retornarei e recomendo.”

Otimismo
O secretário de Turismo, Paulo Angeli, aproveitou o período para percorrer o destino e acompanhar de perto a movimentação dos visitantes. "A nossa ocupação hoteleira está acima da média", disse. Uma pesquisa sobre a expectativa de hospedagens, indicou que alguns estabelecimentos estavam com mais de 90% dos leitos reservados na última semana.
"Acredito que este feriado é um dos melhores dos últimos dois anos. A visitação nas Cataratas do Iguaçu e nos atrativos está muito boa", comemorou Angeli. "Tenho passeado pela cidade e visto também a gastronomia, com uma ocupação excelente. Acredito realmente que estamos em alta retomada, alta e rápida retomada. O turismo está bombando", completou.

Melhor dia
A Itaipu Binacional recebeu, no domingo (10), o maior número de visitantes desde a retomada dos atendimentos turísticos, interrompidos durante a pandemia. Foram 3.055 visitantes. A maioria, 2.259 pessoas, fez o passeio “Itaipu Panorâmica”. No sábado, o público foi de 1.842 turistas.
A recém-retomada Itaipu Iluminada teve bastante procura. De sexta-feira (8) a domingo (10), a presença foi de 91% das vagas disponibilizadas, ou 680 pessoas. O dia de maior movimento foi o domingo (10), com 323 espectadores.
Em consonância com as diretrizes do governo federal em relação à economia de energia, a Itaipu optou por alterar parte do trajeto percorrido pelos ônibus após o espetáculo, reduzindo em 10 minutos o tempo que as luzes da usina ficam acesas. O tempo total do passeio, assim como do show em si, continuam inalterados.
“O turista continua apreciando a beleza do espetáculo, mas também fica atento à mensagem de que economizar energia é um dever de todos, até da recordista em produção de energia no planeta”, disse o diretor-geral brasileiro da usina, general João Francisco Ferreira.
Também visando a conscientização, Itaipu está preparando uma campanha para seus empregados focada na redução no consumo de energia elétrica tanto nos escritórios da empresa, quanto nas residências.

Da Redação
Foto: Alexandre Soto e Henrique Britez /CataratasdoIguacu

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas