Evo Morales chega ao México e denuncia golpe de Estado na Bolívia


- Por: Reciel Rocha

Evo Morales chega ao México e denuncia golpe de Estado na Bolívia
Evo Morales chegou à Cidade do México e pediu que não haja mais derramamento de sangue na Bolívia  

O avião das Forças Armadas mexicanas, que levou Evo Morales da Bolívia à Cidade do México, pousou às 14h20 de terça-feira (horário de Brasília). Ele chegou acompanhado de Álvaro García Linera, seu vice-presidente, que também renunciou ao mandato no último domingo, além de representantes do corpo diplomático mexicano.
O chanceler do México, Marcelo Ebrard, recebeu o ex-presidente boliviano na porta da aeronave. Morales acenou para a imprensa, desceu as escadas do avião, ajeitou os cadarços do sapato e se dirigiu aos jornalistas, para fazer o primeiro pronunciamento em solo mexicano.
"Saudações, irmãos, agradeço a toda a delegação que nos acompanhou. Estamos com Álvaro García Linera. Após a vitória em primeiro turno, começou o golpe de Estado. Estamos há exatamente três semanas e, na última etapa, infelizmente, a polícia nacional se somou ao golpe. Queimaram tribunais eleitorais, atas, cédulas, sedes sindicais, casas de autoridades do MAS [Movimiento al Socialista, partido de Morales], saquearam e queimaram a casa da minha irmã, a minha casa em Cochabamba. Tentaram saquear minha casa, mas os vizinhos me defenderam. Muito obrigado, sou grato à defesa do povo", afirmou Morales, sereno, vestindo uma camisa de mangas curtas e calças jeans.

Marieta Cazarré - Repórter da Agência Brasil 
Forto: Divulgação

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas