Espécies de trepadeiras com flores  para cobrir muros, cercas, treliças e pérgolas

Espécies de trepadeiras com flores  para cobrir muros, cercas, treliças e pérgolas


- Por: Eliane Luiza Schaefer

Espécies de trepadeiras com flores  para cobrir muros, cercas, treliças e pérgolas

 

Para deixar pergolados, muros ou cercas mais coloridos, uma das estratégias mais belas é apostar nas trepadeiras. Elas podem dar um ar mais romântico ao paisagismo e ainda ajudar a florir o ambiente, garantindo aconchego. "Como elas se apoiam em superfícies, acabam formando uma linda cortina verde, que ainda contribui para a criação de sombras, um fator importante para vivenciar o jardim”.

Para plantar, algumas espécies pedem direcionamento. “A grande  maioria das trepadeiras precisa ser conduzida com fio de náilon ou cabo de aço, para que ela vá se enrolando e subindo pela estrutura.

Maracujazeiro
O maracujazeiro exige bastante sol e adubação periódica para garantir floração abundante (no verão) e frutificação. Cresce com vigor e escala cercas e pérgolas. Curiosidade: com a idade, costuma perder a beleza e requer replantio.

 

Gloriosa
A gloriosa escala cercas e treliças. Tem gavinhas na ponta das folhas, que ajudam na sua fixação, e florescem na primavera e no verão. No inverno, a planta passa por um período de repouso e perde quase todas as folhas. Precisa de sol pleno ou meia-sombra e, curiosamente, tolera baixas temperaturas.

 

Flor-de-cera
A flor-de-cera é fácil de manter, mas deixe-a longe de correntes de ar. Escala treliças e grades, desde que tutorada com fios de náilon. Exige meia-sombra ou intensa iluminação difusa - o sol direto pode queimar as folhas. Floresce na primavera: forma buquês carregados de flores cerosas.

 

Parreira
A parreira cresce bem depressa e, depois de dois a quatro anos após o plantio, dá frutos. Após a colheita, perde as folhas e aparenta estar morta. Exige sol pleno, em local protegido de ventos fortes, e escala pérgolas resistentes.

 

Tumbérgia
A tumbérgia gosta de sol pleno e regas regulares. Adubações periódicas estimulam a floração, que acontece, em especial, na primavera e no verão. Cresce rapidamente e cobre suportes com facilidade, além de escalar pérgolas e arcos. Requer poucos cuidados.

 

Primavera
A primavera floresce em abundância entre os meses de setembro e dezembro. Cresce com vigor, escala pérgola e suporta bem frio, geadas e áreas de altitude elevada. Recomenda-se pleno sol e podas de formação e de manutenção anuais, que estimulam o florescimento e renovam a folhagem.FOTO

Fonte: casaejardim

Imagem:Divulgação

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas