Em 26 anos de atuação em Foz, SIATE atendeu mais de 100 mil ocorrências


- Por: Redação 1

Em 26 anos de atuação em Foz, SIATE atendeu mais de 100 mil ocorrências
Socorristas atendem vítimas de acidentes de trânsito, disparos de arma de fogo, quedas e outras ocorrências 

O SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência) celebra neste mês de junho 26 anos de atuação em Foz do Iguaçu. Nestas quase três décadas de serviços prestados em Foz, as equipes de socorristas já atenderam a aproximadamente 104 mil ocorrências, o que corresponde a cerca de 4.100 atendimentos anuais (em torno de 340 ações mensais e cerca de 80 diárias). 
Boa parte dos casos se refere a acidentes de trânsito, especialmente colisões e quedas por imprudência ou falta de atenção dos condutores. Em segundo lugar está o atendimento voltado à queda de mesmo nível, quando uma pessoa escorrega ou tropeça; e em terceiro destaca-se o atendimento a pessoas feridas por disparos de arma de fogo, agressão, dentre outras situações. 
“Só neste último ano foram mais de 4500 vítimas atendidas. Com certeza você já foi ou conhece alguém atendido pelo serviço. Nossas estatísticas são mais que números, são vidas salvas. Nossa história vai além dos nossos quartéis, ela se confunde com o ritmo da própria cidade”, contou o representante de comunicação da unidade, cabo Rodrigues. 
Diariamente, três ambulâncias fazem plantão para atender as mais diversas situações na cidade. Todos os profissionais são preparados de forma física, teórica e psicológica para prestar auxílio à população em ocorrências de emergência. As formações são constantes. 
“Cada ambulância tem no mínimo dois socorristas na guarnição. Então temos sempre pelo menos seis profissionais atendendo por dia. Onde houver um chamado, uma sirene, um cidadão que precisa, lá está o SIATE do Corpo de Bombeiros escrevendo a linha da vida pelas ruas de Foz”, destacou Rodrigues. 

Iniciativas de respeito 
Além do socorro às vítimas em diversas situações, o Corpo de Bombeiros participa ativamente em diversas ações. O SIATE em específico possui um projeto desenvolvido em parceria com o Rotary Clube de Foz Três Fronteiras que auxilia no atendimento de ocorrências envolvendo crianças. 
A iniciativa, batizada de “Ursinhos do SIATE” funciona a duas décadas e constitui na aquisição de bichos de pelúcia de forma solidária. Eles recebem uma réplica do colete dos socorristas e são doados durante os atendimentos. O projeto também já contou com a participação da Receita Federal do Brasil no repasse de pelúcias.
“A entrega dos ursinhos funciona como um mecanismo para se obter a confiança das crianças, facilitando assim o atendimento pelo socorrista, resultando em intervenções pré-hospitalares mais seguras e acertadas”, destacou a corporação. 

História de destaque
O SIATE foi implantado em Foz no dia 10 de junho de 1996 através de um convenio firmado entre a Secretaria Estadual da Segurança Publica, Secretaria Estadual da Saúde e Prefeitura Municipal.
O atendimento realizado pelos socorristas é feito através da estrutura do 9° Grupamento de Bombeiros que dá suporte referente à comunicação ao sistema, através do telefone de emergência 193. A missão do SIATE é prestar o socorro de emergência às vítimas de acidentes ocorridos em vias e lugares públicos, em ambientes profissionais e domiciliares, garantindo o suporte básico e avançado de vida.  

Da redação 
Fotos: 9° Grupamento de Bombeiros

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas