Diocese de Foz celebrará 44 anos de fundação com romaria e missa campal


- Por: Redação 1

Diocese de Foz celebrará 44 anos de fundação com romaria e missa campal
Durante o percurso se 7 km os fiéis carregarão a imagem da Virgem de Guadalupe e farão paradas para momentos de oração

A Diocese de Foz do Iguaçu deu início aos preparativos para a 16ª edição da Romaria em honra a Nossa Senhora de Guadalupe, um dos maiores eventos católicos do Oeste. A celebração também marca o aniversário da diocese, que completará 44 anos de fundação. 
O encontro acontecerá no dia 28 de agosto e deve reunir fiéis e sacerdotes de 27 paróquias, instaladas em 14 municípios. A programação terá início às 7h30, com concentração dos romeiros na Praça do Mitre, no centro de Foz. Logo em seguida terá início a caminhada até a catedral, um trajeto de aproximadamente sete quilômetros. 
Durante o percurso os fiéis carregarão a imagem da Virgem de Guadalupe e farão paradas para momentos de oração. Um trio elétrico levará os padres, guiando o grande grupo e abençoando os peregrinos. 
A chegada na catedral está prevista para as 9h30. Os romeiros serão recebidos por sacerdotes de diversas paróquias da cidade e acompanharão a Santa Missa, que este ano terá como tema: “Irmãos a caminha da casa da mãe” e o Lema: “Corações ardentes, pés a caminho”. 
A recomendação é para que as pessoas levem cadeiras e guarda-sóis para melhor acomodação na celebração campal. Após a missa os fiéis participarão do terço, adoração e benção do Santíssimo, benção das rosas e benção da saúde.
Segundo a organização, o objetivo geral do encontro “é reunir a população, criando uma maior devoção a Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira dos pobres, latino-americanos e de todos os que se identificam com os excluídos e marginalizados”.
Durante a Romaria celebra-se a criação e instalação da Diocese de Foz do Iguaçu, que completa 44 anos de fundação no dia 26 de agosto. Todos os anos o evento reúne cerca de cinco mil católicos na fronteira. 

Programação da tarde
Entre as 11h e 17h haverá um período para confissões, com vários padres disponíveis. Ao meio-dia os homens poderão participar do terço, exclusivo para eles. Às 13h30 será a vez das mulheres realizarem a oração do terço. As 15h os fiéis poderão acompanhar a missa e bênção da saúde. Das 16h30 às 17h30 ocorrerá a adoração ao Santíssimo.

História
A primeira Romaria Diocesana foi realizada em Agosto de 2006 no intuito de fazer com que a Catedral Nossa Senhora de Guadalupe se tornasse conhecida, além de incentivar a devoção a santa que até então era pouco conhecida entre a comunidade iguaçuense.
A Virgem de Guadalupe foi consagrada como padroeira da América Latina, em 1979, pelo Papa João Paulo II. A catedral de Foz foi batizada com o nome da santa devido ao fato de a cidade estar localizada em uma região trinacional onde vivem povos de diferentes nacionalidades.
Hoje a Romaria reúne todos os anos, milhares de fiéis das 27 paróquias espalhadas pelas 14 cidades que compõe a Diocese de Foz do Iguaçu. Este é um dos maiores eventos católicos da região, ao lado do Cenáculo Diocesano da Renovação Carismática.

Da redação 
Foto: divulgação 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas