Despachantes pedem apoio de Vermelho contra resolução injusta do Contran


- Por: Redação 1

Despachantes pedem apoio de Vermelho contra resolução injusta do Contran
O deputado Vermelho com Edson Manarin, Aristides e Marcos, dirigentes estaduais do sindicato da categoria 

A confraternização de final de ano da delegacia regional do Sindicato dos Despachantes de Trânsito de Foz do Iguaçu foi realizada em Foz e contou com a presença de despachantes,  CFCs emplacadores e funcionários do DETRAN de Foz e região.
Durante a confraternização, o deputado Federal Vermelho foi homenageado por dirigentes sindicais do Estado e da região, que destacaram o trabalho que ele vem fazendo pela categoria em Brasília.
“O deputado Vermelho tem sido o nosso representante no Congresso Nacional. Nós batemos na porta de seu gabinete e ele está defendendo essa categoria que se sente injustiçada pelo Contran. É um deputado sensível e trabalha muito pelo povo do Paraná”, disse o delegado do Sindepar de Foz do Iguaçu, Edson Manarim. 
Paulinho, da Associação de CFCs de Foz do Iguaçu, afirmou que Vermelho realiza um trabalho de alto nível no Congresso Nacional e apoia quem luta pelo desenvolvimento da Nação. 
Também destacaram o trabalho de Vermelho, o vice-presidente do Sindepar, Arestides da Silva, e o assessor jurídico, Marcos dos Santos. 
“Nossa categoria gera mais de 300 mil empregos no país e vem sendo afetada por decisões equivocadas. Estamos felizes com o trabalho do deputado Vermelho que abraçou a nossa causa e defende a geração de empregos”, pontuou Silva.
“Essa homenagem nos engrandece e nos dá mais força para defender essa valorosa categoria que gera milhares de empregos no Paraná e no Brasil e precisa ser respeitada”, frisou Vermelho.  “Vamos defende-los em Brasília e esperamos chegar em 2022 sem esses entraves”, acrescentou. 

Renave
A categoria está revoltada com a Resolução 818/2021 do Contran, que mudou os procedimentos para registro e controle de compra e venda e de entrada e saída de veículos novos e usados no Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave).
Logo após a publicação da resolução, Vermelho foi procurado pelo presidente da Federação Nacional dos Despachantes, Everton Calamucci, que explicou os prejuízos e o desemprego que essa medida iria provocar. 
 “Nós somos veementemente contrários a essa normativa e queremos o apoio dos deputados para acabar com essa resolução. Também pedimos medidas urgentes, como analisar, a fundo, as anomalias extravagantes de decisões proferidas por esses conselhos e órgãos de fiscalização”, acrescentou o dirigente.

 

Comissão de Viação e Transportes fará audiência pública para debater a resolução

Atendendo a um requerimento do deputado Vermelho a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados vai debater a Resolução 818/2021 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que mudou os procedimentos para registro e controle de compra e venda de veículos novos e usados.
A medida transferiu essa competência exclusiva dos despachantes para os vendedores de veículos. Segundo entidades representativas dos despachantes, essa mudança trouxe impactos nas relações de consumo do setor.
A comissão já aprovou o pedido de Vermelho que solicita a audiência pública na qual serão ouvidos representantes do setor. O documento também foi subscrito pelo deputado Hugo Leal (PSD-RJ).
“Diante da relevância social e econômica da matéria, se faz necessário ouvir todos os setores abrangidos por essa norma, uma vez que a medida tem impacto nas relações de consumo, na atividade profissional dos despachantes, nas competências dos órgãos de trânsito, na atividade cartorial e na competência regulamentadora do Contran, que é sempre muito discutida nessa comissão”, analisa o parlamentar.

Da redação com assessoria
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas