Delegacia de Homicídios registrou 68 assassinatos em Foz em 2019


- Por: Reciel Rocha

Delegacia de Homicídios registrou 68 assassinatos em Foz em 2019
Foz do Iguaçu já registrou, em 2019, 68 homicídios

O número de homicídios quase alcança a média de um por dia neste início do mês de dezembro de 2019 em Foz do Iguaçu. De janeiro até a manhã desta quinta-feira (12), foram registrados 68 casos pela Delegacia de Homicídios e Criminalística da Polícia Civil. A maioria das vítimas é jovem do sexo masculino com idade de 18 a 24 anos, disse Araci Vargas, delegada do setor. Em 2018, foram 80 casos.
O envolvimento com drogas ou criminalidade é um dos principais fatores que resultam nos homicídios, afirma a delegada. Na manhã desta quarta-feira (11), a Polícia Civil localizou o corpo de um homem na barranca do rio, sem qualquer tipo de informação que leve a identificação do mesmo.
Em entrevista nesta quarta-feira a delega disse que dezembro está sendo o mês "mais tumultuado" no setor de segurança este ano. "Estamos apenas no dia 11 e já temos nove casos registrados. Seria quase uma morte por dia", disse a delegada, em entrevista à imprensa. Sem dúvida, ainda segundo ela, no comparativo com os demais meses do ano, "este está sendo o mais violento".
Na noite de sábado (7), Vinícius Oliveira dos Santos, 21 anos, estava na Rua Cará, próximo a região conhecida como "Favela do Queiro", na região do bairro Profilurb I, quando acabou alvejado por vários disparos de pistola calibre 9mm. O corpo do rapaz, que já tinha passagens por diversos delitos, foi encontrado na rua por volta da meia noite.
Na madrugada do domingo (8), por volta das 4h, dois irmãos foram alvejados a tiros em frente a um bar no bairro Cidade Nova. Uma das vítimas, Kelvin Lopes (21 anos), não resistiu e morreu no local. O irmão, identificado como Jonathan Lopes (25 anos), foi encaminhado em estado grave para o Hospital Municipal.

Ronildo Pimentel / Foto: Divulgação

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas