Delação de Dario Messer pode abalar estruturas na Tríplice Fronteira


- Por: Reciel

Blogueiros influentes, como Lauro Jardim e Paulo Henrique Amorim, e veículos de imprensa, como Veja e O Globo, deram como certo o acordo de delação premiada do megadoleiro Dario Messer e membros de sua família. Foragido desde maio do ano passado, Messer está sendo caçado pelas forças policiais brasileiras, paraguaias e também pela Interpol. Classificado como "o doleiro dos doleiros", Dario Messer é acusado por gerir três mil empresas offshore em 52 países que movimentavam US$ 1,6 bilhão em paraísos fiscais, onde são usadas para ocultar o verdadeiro dono do patrimônio depositado em contas secretas. A se confirmar a delação do megadoleiro, é certo que o mundo empresarial e político da Tríplice Fronteira será atingido porque Messer mantinha negócios milionários em Ciudad del Este, Hernandárias e Assunção. Também frequentava altas rodas em Foz do Iguaçu, onde tinha amigos e, talvez, sócios. Entre seus bancos e casas de câmbio, ele possuía 429 clientes — de políticos a esportistas e empresários. Adelino de Souza Freelancer / Foto: Divulgação    

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas