Conheça mais sobre os ovos de espécies que vivem no Parque das Aves


- Por: Reciel Rocha

Conheça mais sobre os ovos de espécies que vivem no Parque das Aves
Filhote de urubu-rei

Está aberta a temporada de ovos e filhotes no Parque das Aves. Durante o período que marca o fim do inverno e o início da primavera, o atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu depois das Cataratas se torna também uma espécie de berçário para diversas espécies de aves da Mata Atlântica.
As aves costumam botar seus ovos nessa época, porque o clima se torna mais favorável ao nascimento dos filhotes. Com o fim da seca e o auge da floração acontecendo, aumenta a oferta de alimento na natureza. Essa é a chance de turistas, observadores, fotógrafos e admiradores da natureza entenderem melhor como funciona o período reprodutivo das aves.
"Os ovos possuem uma função muito importante na natureza, pois são eles que mantêm os filhotes de muitas espécies de borboletas, répteis e aves que nascerão aqui no Parque nutridos e protegidos até que estejam desenvolvidos o suficiente para eclodirem. Eles também servem de alimento para muitos animais, já que são ricos em proteína, vitaminas e minerais", explica a diretora técnica do Parque das Aves, Paloma Bosso.

Curiosidades
Há vários tipos de ovos, que se diferenciam na forma, no tamanho, na textura e na coloração, assim como no formato, podendo ser perfeitamente redondos, esféricos e até pontudos, que geralmente é encontrado em ovos colocados no chão, impedindo que rolem. A casca dos ovos contém poros que são muito importantes para a sobrevivência do embrião, possibilitando que o oxigênio entre e o gás carbônico saia.
O tamanho depende da estrutura de cada ave, assim como a coloração, que pode ser desde um branco puro até tons de azul, verde, cinza, bege, marrom, vermelho e laranja. Ovos aparentemente brancos podem ser coloridos quando observados usando luz ultravioleta, que é como muitas aves enxergam.
"A coloração dos ovos diz respeito principalmente à camuflagem, especialmente em espécies que possuem ninhos no solo", explica Paloma.  
Grande parte das aves constrói ninhos em árvores, mas algumas espécies de hábitos terrestres os colocam no chão. Esses ovos são geralmente marrons ou beges, e assim o substrato ajuda a camuflá-los, protegendo-os dos predadores. 

Assessoria / Foto: Divulgação

 

Leia mais na edição impressa do GDia

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas