Comissão do CEPAC inicia visitas a bens culturais de interesse histórico na cidade


- Por: Reciel Rocha

Comissão do CEPAC inicia visitas a bens culturais de interesse histórico na cidade
Comissão Permanente de Preservação e Fiscalização, do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural inicia visitas a bens culturais de interesse histórico na cidade

Membros da Comissão Permanente de Preservação e Fiscalização, do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural (CEPAC), reuniram-se na manhã desta quinta-feira (19) com o pároco Vincent C. Adaikkalasamy, para uma visita de apresentação à paróquia São João Batista. 
A visita fez parte das ações já iniciadas pela Comissão, a localidades de interesse histórico no município que incluem além da igreja matriz, o antigo hotel Cassino, Colégio Agrícola, Clube Gresfi, os Centros de Tradições Gaúchas, Movimentos Indigenistas, entre outros.
A atividade integra o plano de trabalho da comissão, que ainda tem como meta elaborar estudos, pesquisas e levantamentos acerca dos bens patrimoniais, materiais e imateriais, públicos e privados, passíveis de medidas de proteção e preservação, bem como de acompanhar e fiscalizar os bens protegidos ou de interesse patrimonial. 
“Todos nós temos biografias que nos aproximam e nos despertam afinidade com determinadas matrizes culturais ou tipologias específicas. Isso é legítimo e compreensível. Entretanto, quando se trata de política pública municipal é necessário pensar o patrimônio para além das preferências pessoais e contemplar de forma ampla todas as dimensões da representação coletiva iguaçuense”, comentou o coordenador dos trabalhos, o historiador e museólogo Pedro Louvain. 

O grupo adotou o lema: “Todas as matrizes. Todas as tipologias”, visando englobar toda a variedade de matrizes culturais e tipologias, conforme já previsto na Lei Municipal 4470/16, incluindo o patrimônio cultural e natural, móvel e imóvel, material ou imaterial, e suas múltiplas tipologias derivadas. 

AMN
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas