Comércio de Foz estende o horário de atendimento para compras de Natal


- Por: Redação 1

Comércio de Foz estende o horário de atendimento para compras de Natal
A menos de 20 dias para a celebração, a movimentação no comércio da fronteira já vem chamando a atenção

Os lojistas de Foz do Iguaçu já iniciaram os preparativos para semana de Natal, período em que o comércio deve registrar o maior movimento do ano. Depois do sucesso da Black Friday, a expectativa dos empresários está alta. É esperado um aumento significativo nas vendas, fator que deve ajudar na melhora da economia e em um final de ano tranquilo.
A menos de 20 dias para a celebração, a movimentação no comércio da fronteira já vem chamando a atenção. Para evitar a correria e, principalmente ampliar as vendas, o horário de atendimento aos consumidores foi estendido à noite e aos finais de semana nas lojas de rua e shoppings. 
A programação especial é negociada todos os anos, entre o Sindicato dos Empregados no Comércio de Foz (Sinecofi) e o Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas). Conforme o acordo coletivo, as lojas do comércio em geral estão autorizadas a funcionar das 8h às 22h, de segunda a sexta-feira. No sábado (11) o atendimento será das 8h às 17h, e no dia 18 das 8h às 20h. No domingo os serviços funcionam das 9h às 17h. 
Quem deixar as compras para a última hora ainda encontrará as lojas abertas, porém possivelmente com um pouco mais de movimento. Na véspera de Natal (24), o atendimento no comércio será das 9h às 17h. Para garantir os melhores preços é melhor se antecipar. 
Os shoppings Catuaí Palladium e Cataratas JL também adotarão um horário especial para as compras natalinas, que deve ser divulgado na próxima semana. Mercados, supermercados e similares manterão expedientes das 8 às 22h, com exceção do dia 24, quando o horário de funcionamento será das 8h às 18h. No dia 25 não haverá atendimento em nenhum comércio da cidade. 

Vendas aquecidas e lojistas animados 
A expectativa dos empresários está alta e o ânimo da população também. Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) aponta que este deve ser o melhor Natal dos últimos sete anos. Os dados indicam que pelo menos 82% dos paranaenses pretendem presentear os entes queridos. Este é o maior percentual desde 2014.
O valor das compras deve ficar entre R$ 201 e R$ 500. Os itens mais buscados são as peças de vestuário. Na sequência aparecem os brinquedos, calçados e artigos de perfumaria. Para atrair os clientes as lojas apostam em descontos e facilidade no pagamento, com opções variadas de parcelamento. 

Dicas do Procon
As promoções de final de ano são um grande atrativo para os consumidores, mas é preciso ficar atento a algumas situações para evitar transtornos na hora de adquirir algum produto. De acordo com o Procon é recomendável verificar as ofertas antecipadamente. Folhetos, material publicitário e encartes, por exemplo, são fontes de pesquisa para que o consumidor possa definir os produtos a serem adquiridos.
Outra orientação é a de que a compra não seja feita de forma apressada, pois os produtos devem ser escolhidos com cuidado. Se houver riscos ou amassados em móveis e eletrodomésticos; manchas ou outros defeitos nas peças de vestuário, o consumidor precisa ser informado e o dado deve constar na nota. O dano, porém, não pode prejudicar o desempenho do produto.

Da redação 
Foto: Robson Meireles 

 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas