Cidade reduz em 62% o número de mortes no trânsito na última década


- Por: Redação 1

Cidade reduz em 62% o número de mortes no trânsito na última década
Município superou a meta da Organização das Nações Unidas, que previa redução de 50% nas mortes em acidentes entre 2011 a 2020

O número de mortes em acidentes de trânsito reduziu 62% nos últimos dez anos em Foz do Iguaçu, superando a meta da Organização das Nações Unidas (ONU) que criou a “Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020” e previa a redução de 50% no número de mortes neste período. 
A iniciativa, lançada em mais de 110 países, tem o objetivo de salvar milhões de vidas por meio de medidas de segurança viária e campanhas de conscientização, como o Maio Amarelo. 
De acordo com o levantamento da Comissão do Programa Vida no Trânsito (PVT) e da Câmara Técnica de Trânsito do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), foram 88 óbitos registrados em 2011 e 33 registrados em 2020 em Foz do Iguaçu. As principais vítimas fatais ainda são os motociclistas, seguido dos pedestres, ocupantes de veículos leves e ciclistas. 
“Foz do Iguaçu superou a meta da ONU devido ao trabalho organizado e integrado das forças de segurança e vários atores da sociedade. O Gabinete de Gestão Integrada, formado por 21 instituições, atua com a educação, a fiscalização e a infraestrutura, promovendo melhorias nas vias, seja na parte estrutural ou de sinalização”, comentou o secretário executivo do GGIM, Josnei Fagundes. 
O grupo se reúne mensalmente para analisar os dados e planejar ações que evitem novos acidentes. “A educação é o ponto forte, através da escolinha de trânsito, de campanhas de conscientização e palestras. A fiscalização integrada com todos os órgãos (Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Guarda Municipal e Foztrans) tem dado muito resultado, e a sociedade como um todo tem feito a parte dela”, disse Fagundes. 

AMN

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas